As Relações entre Informação, Linguagem e Conhecimento: em busca de um processo dialógico

Leandro dos Santos Nascimento

Resumo


O desenvolvimento da sociedade vai desvelando distintas abordagens paradigmáticas em relação à organização da informação. Na atualidade, percebe-se que, muitas vezes, o acesso é o foco, mas tal abordagem desencadeia diversas questões. Objetiva-se, assim, refletir a dialogia como um processo indispensável nas formas de organização da informação, e das linguagens informacionais, em pról do desenvolvimento do conhecimento e, sobretudo, diante dos desafios tecnológicos e da demanda informacional atuais. Para isso, estabelece considerações entre a informação, a linguagem e o conhecimento, considerando o processo dialógico, por meio de revisão de literatura. Por fim, trata da organização da informação tendo em vista a disponibilização e o acesso, com vistas à apropriação e ao desenvolvimento do conhecimento.


Palavras-chave


Informação; Linguagem; Conhecimento; Dialogia; Organização da informação

Texto completo:

PDF

Referências


BAITELLO JR., N. A sociedade da informação. São Paulo em Perspectiva, v. 8, n. 4, p. 19-21, out./dez. 1994. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2017.

BARRETO, A. A. A questão da informação. São Paulo em Perspectiva, v. 8, n. 4, out./dez. 1994. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2017.

CATARINO, M. E.; CERVANTES, B. M. N.; ANDRADE, I. A. A representação temática no contexto da web semântica. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 25, n. 3, p. 105-116, set./dez. 2015. Disponível em:. Acesso em: 18 jul. 2017.

COUTO, M. Línguas que não sabemos que sabíamos. In: ______. E se Obama fosse africano? São Paulo: Companhia das Le-tras, 2011.

GARDIN, J. C. Document analysis and linguistic theory. Journal of Documentation, v. 29, n. 2, p.137-68, June 1973.

MASLOW, A. H. Motivation and a personality. New York: Harper, 1970.

PERROTTI, E. Sobre informação e protagonismo cultural. São Paulo: [s.n.], 2015.

PIERUCCINI, I. A ordem informacional dialógica: mediação como apropriação da informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 8, 2007, SALVADOR. Anais... Salvador: PPGCI/UFBA; ANCIB, 2007. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2017.

SANTAELLA, L. Potenciais e desafios para a comunicação e inovação. Comunicação & Inovação, v. 8, p. 2-7, 2007. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2017.

SANTANA, G. H. C. A folksonomia como modelo emergente da representação e organização da informação, Revista Digital Biblioteconomia e Ciência da Informação, v. 11, n.3, p.72-92, set./dez. 2013. Disponível em:. Acesso em: 18 jul. 2017.

TÁLAMO, M. F. G. M. A pesquisa: recepção da informação e produção do conhecimento. Data Grama Zero: Revista de Ciência da Informação, v.5, n.2, abr. 2004. Disponível em:. Acesso em: 18 jul. 2017.

TODOROV, T. Cortez e os signos. In: ______. A conquista da América: a questão do outro. São Paulo: Martins Fontes, 2003. p.141-179.

VOGEL, M. J. M. A influência de Jean-Claude Gardin e a linha francesa na evolução do conceito de linguagem documentária. Perspectivas em Ciência da Informação, v.1 4, número especial, p. 80-92, 2009. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

Ciência da Informação em Revista | E-ISSN 2358-0763

Curso de Biblioteconomia, Campus A. C. Simões
Av. Lourival Melo Mota, s/n
Tabuleiro dos Martins
CEP: 57072-900
Maceió, Alagoas, Brasil