Governadores e capitães-generais do Estado do Maranhão e Grão-Pará e do Estado do Grão-Pará e Maranhão (1702 a 1780): trajetórias comparadas

Fabiano Vilaça dos Santos

Resumo


Este artigo apresenta uma síntese de apontamentos de pesquisa sobre as trajetórias dos governadores e capitães-generais do Estado do Maranhão e Grão-Pará (1702-1751) e do Estado do Grão-Pará e Maranhão (1751-1780), em perspectiva comparada. São caracterizadas a origem e a qualidade social de 12 agentes, sua formação, experiências no serviço à monarquia, bem como os circuitos governativos que percorreram na governação do Império. Pretende-se, com isso, demonstrar a existência de semelhanças e diferenças nos perfis sociais, na carreira e na circulação dos administradores coloniais do Estado do Maranhão e Grão-Pará e do Estado do Grão-Pará e Maranhão, do início até a segunda metade do século XVIII, e em uma fase seguinte que corresponde, grosso modo, ao período pombalino. Ainda que voltado para o estudo de trajetórias governativas, este trabalho busca contribuir para uma revisão da história administrativa das capitanias do Pará e do Maranhão em diferentes momentos de sua configuração política, com ênfase no governo e nos governantes.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.28998/rchvl8n15.2017.0019

Apontamentos

  • Não há apontamentos.