Alguns apontamentos: a quem interessa a Base Nacional Comum Curricular para a Educação Infantil?

Anete Abramowicz, Ana Cristina J. Cruz, Andrea Braga Moruzzi

Resumo


Neste artigo discutimos as propostas da Base Nacional Comum Curricular para a Educação Infantil questionando quais os significados, forças políticas, sociais e econômicas desta proposta. Isto será feito à luz dos estudos contemporâneos da infância visando analisar a normatização curricular que ao definir certa metodologia acerca do trato com as diferenças as emoldura como celebração da diversidade na direção de um modelo que busca conciliar dissensos excluindo as diferenças. Ou seja, temos por hipótese de que tal proposta se insere no âmbito das políticas neoliberais de elogio a diversidade e da lógica privatista de educação de construir estratégias nas quais as diferenças não façam nenhuma diferença, ao mesmo tempo em que as disputas e concepções fiquem circunscritas ao currículo.


Palavras-chave


Educação Infantil; Base Nacional Comum Curricular; diferenças

Texto completo:

PDF


_________________________________________________________________________________________________________________________

CONTATO:

E-mail: deisej@gmail.com

Universidade Federal de Alagoas (UFAL)
Centro de Educação – CEDU
Programa de Pós-graduação em Educação – PPGE
Campus A. C. Simões
Av. Lourival Melo Mota, s/n - Tabuleiro do Martins
57072-900 - Maceió - AL, Brasil.
Telefone: +55 82 3214 1196
Link: http://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/

ISSN ELETRÔNICO: 2175-6600

QUALIS/CAPES (2013 - 2016):

– Ensino B1
– Interdisciplinar B4
– Letras / Linguística B4
– Psicologia B4
– Comunicação e Informação B4
– Sociologia B4
– Educação B5

PERIODICIDADE – QUADRIMESTRAL

– Primeiro quadrimestre: jan./abr. - limite para publicar a edição 30 abril.
– Segundo quadrimestre: maio/ago. - limite para publicar a edição 31 agosto.
– Terceiro quadrimestre: set./dez. - limite para publicar a edição 31 dezembro.

Os dizeres acima dizem respeito somente à data de publicação da edição e não ao envio de artigos.

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Debates em Educação foi contemplada com o Edital Fapeal Nº 5/2016 Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos.

________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Debates em Educação está indexada em 4 bases científicas.

 

_________________________________________________________________________________________________________________________

Acessos desde 16/09/2017.