O QUE É BÁSICO NA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL?

Maria Carmen Silveira Barbosa, Silvia Helena Vieira Cruz, Paulo Sergio Fochi, Zilma de Moraes Ramos de Oliveira

Resumo


Partindo do contexto brasileiro em relação à educação de crianças pequenas, o presente artigo coloca em discussão a elaboração da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para a Educação Infantil, continuando o diálogo que temos estabelecido com nossos colegas professores, pesquisadores e militantes desde o início desse processo. É destacado o papel desempenhado pelas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (DCNEI), não apenas pelo seu caráter normativo, mas especialmente por evidenciar um amadurecimento da epistemologia do trabalho com as crianças em instituições educativas, e são apresentados os direitos de aprendizagem e desenvolvimento das crianças, os campos de experiência propostos, concluindo com um alerta para as condições necessárias para a implantação da Base.

Palavras-chave


Currículo – Educação Infantil – Base Nacional Comum Curricular

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.28998/2175-6600.2016v8n16p11

_________________________________________________________________________________________________________________________

CONTATO:

E-mail: deisej@gmail.com

Universidade Federal de Alagoas – UFAL
Centro de Educação – CEDU
Programa de Pós-graduação em Educação – PPGE
Campus A. C. Simões
Av. Lourival Melo Mota, s/n - Tabuleiro do Martins
57072-900 - Maceió - AL, Brasil.
Telefone: +55 82 3214 1196
Link: http://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/

ISSN ELETRÔNICO: 2175-6600

DOI (Digital Object Identifier - Identificador de Objeto Digital)

Em 14 de dezembro de 2017, a Revista Debates em Educação passou a atribuir o DOI às suas publicações, padrão para identificação de documentos em redes digitais. 

Prefixo: 10.28998/2175-6600

QUALIS/CAPES (2013 - 2016):

– Ensino B1
– Interdisciplinar B4
– Letras / Linguística B4
– Psicologia B4
– Comunicação e Informação B4
– Sociologia B4
– Educação B5

PERIODICIDADE – QUADRIMESTRAL

De 2009 a 2016, a periodicidade da Revista Debates em Educação era semestral. A partir de 2017, a revista se tornou quadrimestral, de acordo com as datas abaixo:

– Primeiro quadrimestre: jan./abr. - limite para publicar a edição 30 abril.
– Segundo quadrimestre: maio/ago. - limite para publicar a edição 31 agosto.
– Terceiro quadrimestre: set./dez. - limite para publicar a edição 31 dezembro.

Os dizeres acima dizem respeito somente à data de publicação da edição e não ao envio de artigos.

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Debates em Educação foi contemplada com o Edital Fapeal Nº 5/2016 Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos.

________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Debates em Educação está indexada nas seguintes bases científicas.

    

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

_________________________________________________________________________________________________________________________

Acessos desde 16/09/2017.