PROFISSIONALIDADE POLIVALENTE E O TRABALHO DOCENTE NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Shirleide Pereira da Silva Cruz

Resumo


A pesquisa tem como objeto de estudo a docência nos anos iniciais do ensino fundamental e a constituição da profissionalidade docente polivalente. Os dados referem-se à fase exploratória na qual foram aplicados questionários. Foram realizadas duas entrevistas pilotos e um grupo focal experimental em abril e novembro de 2009 e em março de 2010, respectivamente, com professoras da Rede Municipal de Ensino do Recife-PE. Os dados obtidos a partir das falas dos sujeitos foram submetidos à análise de conteúdo, apoiada em Bardin (1979). Identificou-se três eixos estruturantes da profissionalidade polivalente: a relação professor-aluno, a relação escola e sociedade e a organização do trabalho pedagógico. Dentre eles destacamos aspectos da organização do trabalho pedagógico. O trabalho específico com a alfabetização parece ser caracterizador do trabalho do docente naquele nível de ensino. O fator tempo apresentou-se de forma ambígua, para caracterizar a profissionalidade polivalente. Observou-se ainda uma estreita relação entre as demandas atuais das políticas públicas educacionais e as formas próprias dos sujeitos de vivenciarem a polivalência.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.28998/2175-6600.2012v4n7p133



_________________________________________________________________________________________________________________________

CONTATO:

E-mail: debatesemeducacao@gmail.com

Universidade Federal de Alagoas – UFAL
Centro de Educação – CEDU
Programa de Pós-graduação em Educação – PPGE
Campus A. C. Simões
Av. Lourival Melo Mota, s/n - Tabuleiro do Martins
57072-900 - Maceió - AL, Brasil.
Telefone: +55 82 3214 1196
Link: http://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/

ISSN ELETRÔNICO: 2175-6600

DOI (Digital Object Identifier - Identificador de Objeto Digital)

Em 14 de dezembro de 2017, a Revista Debates em Educação passou a atribuir o DOI às suas publicações, padrão para identificação de documentos em redes digitais. 

Prefixo: 10.28998/2175-6600

QUALIS/CAPES (2013 - 2016):

– Ensino B1
– Interdisciplinar B4
– Letras / Linguística B4
– Psicologia B4
– Comunicação e Informação B4
– Sociologia B4
– Educação B5

PERIODICIDADE – QUADRIMESTRAL

De 2009 a 2016, a periodicidade da Revista Debates em Educação era semestral. A partir de 2017, a revista se tornou quadrimestral, de acordo com as datas abaixo:

– Primeiro quadrimestre: jan./abr. - limite para publicar a edição 30 abril.
– Segundo quadrimestre: maio/ago. - limite para publicar a edição 31 agosto.
– Terceiro quadrimestre: set./dez. - limite para publicar a edição 31 dezembro.

Os dizeres acima dizem respeito somente à data de publicação da edição e não ao envio de artigos.

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Debates em Educação foi contemplada com o Edital Fapeal Nº 5/2016 Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos e com o Edital Fapeal Nº 9/2018 Apoio à Editoração e Publicação de Periódicos Científicos.

________________________________________________________________________________________________________________________

A Revista Debates em Educação está indexada nas seguintes bases científicas.

    

_________________________________________________________________________________________________________________________

 

_________________________________________________________________________________________________________________________

Acessos desde 16/09/2017.

 
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.