O MODELO IRRIDEX DE DOXEY: BREVES CONSIDERAÇÕES ACERCA DE SUA APLICAÇÃO EM PONTA NEGRA (NATAL-RN)

Jussara Danielle Martins Aires, Lore Fortes

Resumo


O turismo, enquanto atividade sociocultural, tem sua essência nas interações humanas, sobretudo nas relações entre visitados e visitantes. Conhecer as atitudes e percepções dos residentes das localidades turísticas frente à expansão dessa atividade faz se mister e auxiliam na elaboração e planificação de políticas públicas para o setor turístico. Assim, o presente artigo tem como objetivo principal discutir a aplicação do Modelo Irridex de Doxey em Ponta Negra, testado como método base em uma pesquisa desenvolvida em junho de 2009 pela autora. Esse modelo demonstra as supostas fases vivenciadas pelos residentes nas áreas de expansão turística, sendo considerado de grande valia para a teoria do turismo e um dos poucos que têm sido testados e comprovados em muitos núcleos turísticos. Os dados foram coletados junto aos moradores brasileiros residentes no bairro há pelo menos três anos. Utilizou-se um estudo do tipo exploratório-descritivo, tendo como método analítico o quali-quantitativo. Concluiu-se que o referido modelo foi considerado generalista e determinista. Foram percebidas características das quatro fases, mas as três últimas se destacaram, no resultado geral, menos do que a primeira. De fato, os residentes reconhecem os impactos negativos e positivos do turismo, e demonstram atitudes que podem ser enquadradas em um nível de transição entre as fases de euforia e apatia mencionadas por Doxey.

 


Palavras-chave


Relações sociais. Modelo Irridex de Doxey. Ponta Negra.

Texto completo:

PDF



Locations of visitors to this page

Revista Iberoamericana de Turismo - RITUR Penedo, Alagoas, Brasil. ISSN: 2236-6040.


Licença Creative Commons
Os originais publicados na Revista Iberoamericana de Turismo estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons 3.0 Brasil (obrigatoriedade de atribuição de créditos/vedado uso comercial/vedada criação de obras derivadas/permitida citação referenciada).