EMPRESAS “TOO BIG TO FAIL”: ANÁLISE DAS EMPRESAS ENVOLVIDAS NA OPERAÇÃO LAVA-JATO

Sinara Lacerda Andrade, Oreonnilda de Souza

Resumo


A proposta deste trabalho é analisar as empresas envolvidas na Operação Lava-Jato, a partir da Teoria Too big to fail com o intuito de verificar se as grandes empresas realmente não poderiam falir, bem como, ponderar o papel do Estado das leis e princípios constitucionais aplicáveis. Utilizando-se os métodos dedutivo, sistemático e hermenêutico foi possível verificar que a Petrobras se insere no rol das “too big to fail” brasileiras, sua influência no contexto econômico mundial é nítida e inquestionável é sua importância à economia nacional. A atividade por ela desempenhada influencia todos os setores e atividades econômicas relacionadas, ocasionando reflexos diretos na taxa de juros básica, no produto interno bruto e na balança comercial. Nessa perspectiva, se a Petrobras falir, ocasionará uma crise sistêmica em todo o complexo financeiro. Ademais, em razão das disposições constitucionais, o monopólio do petróleo é da União, percebe-se a responsabilidade do governo, principalmente em adotar políticas que minimizem os impactos negativos e salvaguardem a Estatal. Nesse sentido, o governo deverá intervir sem medir esforços, com a finalidade de impedir que uma crise ainda maior afete a empresa, injetando recursos e concedendo incentivos para que suas dificuldades financeiras sejam superadas, bem como, seja resgatada a credibilidade e confiabilidade de investidores nacionais e internacionais, o que não significa que os culpados fiquem impunes, pois todos deverão ser julgados e responsabilizados pelos prejuízos causados ao Erário.

Palavras-chave


Grandes demais para falir. Operação Lava-Jato. Crimes contra a Ordem Econômica brasileira. Análise jurídica.

Texto completo:

66-94 (PDF)

Referências


ALVES, Jéssica; CHAVES, Marcelo Pinto. Análise econômico-financeira da Petrobrás: estudo com enfoque na gestão baseada em valor ao acionista. Rio de Janeiro: UFRJ; Escola Politécnica, 2013, p. 69-133.

ANANENKO, Boris V. Educação financeira: too big to fail. Publicado em: 28 mar. 2013. Disponível em: . Acesso em: 1 maio 2015.

AS LIGAÇÕES da Operação Lava Jato. Globo.com. Publicado em: 18 nov. 2014, atualizado em: 2 mar. 2015. Disponível em: . Acesso em: 2 abr. 2015.

BITTAR, Walter Barbosa. Crimes contra a ordem econômica. Disponível em: . Acesso em: 7 de mai. 2015.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: . Acesso em: 21 abr. 2015.

______ . Decreto-Lei n. 2.848, de 7 de dezembro de 1940. Código Penal. Disponível em: . Acesso em: 4 maio 2015.

______ . Decreto n. 8.420, de 18 de março de 2015. Regulamenta a Lei no 12.846, de 1o de agosto de 2013, que dispõe sobre a responsabilização administrativa de pessoas jurídicas pela prática de atos contra a administração pública, nacional ou estrangeira e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 5 maio 2015.

______ . Lei n. 2.004, de 3 de outubro de 1953. Dispõe sobre a Política Nacional do Petróleo e define as atribuições do Conselho Nacional do Petróleo, institui a Sociedade Anônima, e dá outras providências. [Revogada pela Lei n. 9.478/1997]. Disponível em: . Acesso em: 5 maio 2015.

______ . Lei n. 7.492, de 16 de junho de 1990. Define os crimes contra o sistema financeiro nacional, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 10 maio 2015.

______ . Lei n. 8.027, 12 de abril de 1990. Dispõe sobre normas de conduta dos servidores públicos civis da União, das Autarquias e das Fundações Públicas, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 10 maio 2015.

______ . Lei n. 8.137, de 27 de dezembro de 1990. Define crimes contra a ordem tributária, econômica e contra as relações de consumo, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 10 maio 2015.

______ . Lei n. 8.429, de 2 de junho 1992. Dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional e dá outras providências. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8429.htm>. Acesso em: 10 maio 2015.

______ . Lei n. 9.613, de 3 de março de 1998. Dispõe sobre os crimes de "lavagem" ou ocultação de bens, direitos e valores; a prevenção da utilização do sistema financeiro para os ilícitos previstos nesta Lei; cria o Conselho de Controle de Atividades Financeiras - COAF, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 10 maio 2015.

______ . Lei n. 12.529, de 30 de novembro de 2011. Estrutura o Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência; dispõe sobre a prevenção e repressão às infrações contra a ordem econômica; altera a Lei no 8.137, de 27 de dezembro de 1990, o Decreto-Lei no 3.689, de 3 de outubro de 1941 - Código de Processo Penal, e a Lei no 7.347, de 24 de julho de 1985; revoga dispositivos da Lei no 8.884, de 11 de junho de 1994, e a Lei no 9.781, de 19 de janeiro de 1999; e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 5 maio 2015.

______ . Lei n. 12.846, de 1º de agosto de 2013. Dispõe sobre a responsabilização administrativa e civil de pessoas jurídicas pela prática de atos contra a administração pública, nacional ou estrangeira, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 4 maio 2015.

CAVALCANTE, Luiz Ricardo. Sistema financeiro no Brasil: uma breve analise de sua evolução. In: Bahia Análise & Dados, Salvador, v. 12, n. 3, p. 199-210, dez. 2002.

DELCÍDIO exalta importância da Petrobras para o país. Senado Notícias. Publicado em: 2 outubro 2003. Atualizado em: 11 fevereiro 2015. Disponível em: . Acesso em: 4 maio 2015.

EMPREITEIROS denunciados na Lava-Jato serão levados a julgamento no mês que vem. ZH Notícias. Publicado em: 3 maio 2015. Disponível em: . Acesso em: 4 maio 2015.

ENTENDA a operação Lava-Jato da Polícia Federal. Folha de São Paulo. Publicado em: 11 maio 2015. Disponível em:

. Acesso em: 6 maio 2015.

GOMES, Luiz Flavio. Too big to fail, too big to jail: chegou a hora da verdade. Publicado em: 28 abr. 2015. Disponível em: . Acesso em: 30 abr. 2015.

LOYOLA: elogio de Lula ao Proer é “evolução natural”. O Globo, 28 mar. 2008, atual. 10 jan. 2012. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2015.

NUCCI, Guilherme de Souza. Organização criminosa: comentários à Lei 12.850, de 02 de agosto de 2013. São Paulo: Ed. Revista dos Tribunais, 2013, p. 47.

OS PARTIDOS que mais receberam doação de empreiteiras do lava jato. Pragmatismo Político, 24 abr. 2015. Disponível em: . Acesso em: 3 maio 2015.

PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. (PETROBRAS). Governança e conformidade. Disponível em: . Acesso em: 4 maio 2015.

______ . Pré-sal. Disponível em: . Acesso em: 6 maio 2015.

______ . Relatório de Sustentabilidade. Disponível em: . Acesso em: 5 maio 2015.

RIBEIRO, Maria de Fátima; FERRER, Walkiria Martinez Heinrich. Manual de metodologia da pesquisa jurídica científica: orientações quanto à elaboração apresentação gráfica do projeto de pesquisa e da dissertação. 2. ed. atual. São Paulo: Arte e Ciência, 2012.

SEABRA, Luciana. O Brasil quase mergulhou na crise. Economia Clara, 6 nov. 2009. Disponível em: . Acesso em: 16 jun. 2015.

SETTI, Rennan. Após escolha de novo presidente, Petrobras despenca 7% na Bolsa e perde R$ 8,5 bi em valor. O globo: negócios e finanças. Publicado em: 6 de fevereiro de 2015. Disponível em: . Acesso em: 8 maio 2015.

SILVA, Joel Avelino da. Analise do PROER: impactos sobre o SNF após 10 anos de implantação. 2007. 56f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Pós-Graduação em Administração em Negócios Financeiros, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Administração, Curitiba, 2007, p. 49.

SUCESSO da Lava-Jato depende de novas medidas anticorrupção, diz procurador. BBC Brasil. Publicado em: 20 de março de 2015. Disponível em: . Acesso em: 11 maio 2015.

TAVARES, André Ramos. Direito constitucional econômico. 2. ed. rev. e atual. São Paulo: Método, 2006.

VILLAVERDE, João. A batalha do Proer não acabou, 20 anos depois. O Estadão, 29 abr. 2015. Disponível em: < http://economia.estadao.com.br/blogs/joao-villaverde/a-batalha-do-proer-nao-acabou-20-anos-depois>. Acesso em: 15 jun. 2015.




Direitos autorais 2017 Revista Eletrônica do Mestrado em Direito da UFAL



Revista Eletrônica do Mestrado em Direito da Ufal no Facebook:

INDEXADA EM:

Endereço:

Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Faculdade de Direito de Alagoas. Programa de Pós-Graduação em Direito. Campus A. C. Simões Av. Lourival Melo Mota, s/n, Tabuleiro do Martins. CEP: 57072-970 Maceió – Alagoas – Brasil.

E-mail: revistamestradodireitoufal@gmail.com 

Telefone: 82-3214-1255