Pioneiras do Teatro Feminino e Feminista: Anilda Leão e o viés artístico da Federação Alagoana Para o Progresso Feminino

Autores

  • Ticiane Simões Ufal

Resumo

Este artigo nasce dentro do projeto de pesquisa Poéticas Feministas, vinculado ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica — PIBIC, financiado pela FAPEAL e a Universidade Federal de Alagoas-UFAL2 . Surge com uma função investigativa, que visa realizar uma busca histórica da trajetória da atriz e escritora Anilda Leão que – de forma pioneira –, integrou espaços políticos como a Federação Alagoana pelo Progresso Feminino, tomando como base o início das lutas feministas em âmbito nacional e situando nesses recortes, em micro história, mulheres das artes dramáticas de alagoanas.

Biografia do Autor

Ticiane Simões, Ufal

Aluna do curso de Teatro Licenciatura da Universidade Federal de Alagoas; discente pesquisadora do NEPED/Ufal/CNPq (Núcleo de Estudo e Pesquisa das Expressões Dramáticas); Artivista feminista, estudiosa das causas das mulheres, em recorte especial, das mulheres artistas.

Downloads

Publicado

14/07/2020

Como Citar

Simões, T. (2020). Pioneiras do Teatro Feminino e Feminista: Anilda Leão e o viés artístico da Federação Alagoana Para o Progresso Feminino. CADERNOS CÊNICOS, 2(2), 13. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/CadCenicos/article/view/10600

Edição

Seção

Artigos