Arte e Feminismo: linguagens que se encontram na teoria e na prática artística.

Autores

  • Tayná Barbosa Nogueira Pacheco Ufal

Resumo

O artigo a seguir discorrerá sobre a performance MAMILOS, da Coletiva Corpatômica, apresentada no Espaço Cultural Universitário da Universidade Federal de Alagoas. Apresentarei um breve diálogo entre o artigo de Noemi Ramme, “É possível definir arte”? Contrapondo-o com a apresentação performática da Coletiva. Desta forma, proponho uma reflexão sobre o que e como a arte é vista dentro do contexto universitário e como esta pode se tornar algo transgressor à medida que evidencia os problemas sofridos por um determinado gênero.

Biografia do Autor

Tayná Barbosa Nogueira Pacheco, Ufal

Tayná Nogueira é estudante de Teatro-licenciatura da Universidade Federal de Alagoas, formada no curso técnico profissionalizante de Artes Dramáticas pelo SENAC-SP e atualmente integrante da Coletiva Corpatômica como provocadora cênica e intérprete criadora.

Downloads

Publicado

14/07/2020

Como Citar

Pacheco, T. B. N. (2020). Arte e Feminismo: linguagens que se encontram na teoria e na prática artística. CADERNOS CÊNICOS, 2(2), 11. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/CadCenicos/article/view/10601

Edição

Seção

Artigos