QUALIDADE DE VIDA DE ADULTOS SUBMETIDOS A HEMODIÁLISE

Autores

  • Luana Carolyne Barbosa Batista
  • Briza Estumano Ferreira
  • Danielle Alice Vieira da Silva
  • Alyne da Costa Araújo Ramalho

Resumo

A doença renal crônica (DRC) é uma patologia de grande impacto econômico e social, pois representa um grande risco de complicações e mortalidade, além de mudanças que impactam de forma negativa na qualidade de vida dos seus portadores e familiares. Esta pesquisa teve como objetivo avaliar a qualidade de vida (QV) de adultos com DRC submetidos a hemodiálise. Trata-se de um estudo transversal descritivo, observacional e quantitativo, realizado de fevereiro a março de 2020 em um centro de referência em hemodiálise do estado de Alagoas. A amostra foi composta por 50 pacientes, predominantemente formada por homens. Ao avaliar aqueles que tiveram QV ruim observou-se maiores frequências para os que possuíam renda menor ou igual a 1 salário mínimo e para os que iniciaram o tratamento a menos de 2 anos. Os domínios com menor média de pontuação foram: trabalho, função física e função emocional. Os pacientes com DRC tendem a apresentar baixas condições sociais e econômicas, risco aumentado de morbidades e menor qualidade de vida relacionada à saúde. Para tanto, se faz necessário a identificação de variáveis modificáveis que possam estar relacionadas com a QV e de uma maior assistência oferecida desde a atenção básica de saúde.

Referências

AMMIRATI, A. L. Chronic Kidney Disease. Rev. Assoc. Med. Bras., São Paulo, v.66, p. s03-s09, 2020. Supl.1.

DEBONE, M. C. et al. Nursing diagnosis in older adults with chronic kidney disease on hemodialysis. Rev. Bras. Enferm., São Paulo, v.70, n.4, p. 833-839, 2017.

JESUS, N. M. et al. Qualidade de vida de indivíduos com doença renal crônica em tratamento dialítico. J. Bras. Nefrol., São Paulo, v.41, n.3, p.364-374, 2019.

MALTA, D. C. et al. Doenças crônicas não transmissíveis e a utilização de serviços de saúde: análise da Pesquisa Nacional de Saúde no Brasil. Rev. Saúde Publica, São Paulo, v.51, 2017. Supl.1.

MARINHO, A. W. G. B; GALVÃO, T. F.; SILVA, M. T. Prevalência de doença renal crônica autorreferida em adultos na Região Metropolitana de Manaus: estudo transversal de base populacional, 2015. Epidemiol. Serv. Saude, Brasília, v.29, n.1, p.1-9, 2020.

NEVES, P. D. M. M. et al. Censo Brasileiro de Diálise: análise de dados da década 2009-2018. J. Bras. Nefrol., São Paulo, v.42, n.2, p.191-200, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-28002020005016201&script=sci_arttext&tlng=pt Acesso em: 16 out. 2020.

OTTAVIANI, A. C. et al. Associação entre ansiedade e depressão e a qualidade de vida de pacientes renais crônicos em hemodiálise. Texto & Contexto Enfermagem, Florianópolis, v.25, n.3, p.1-8, 2016.

PEREIRA, C. V; LEITE, I. C. G. Qualidade de vida relacionada a saúde de pacientes em terapia dialítica. Acta. Paul. Enfer., São Paulo, v.32, n.2, p.267-264, 2019.

PRETTO, C. R. et al. Qualidade de vida de pacientes renais crônicos em hemodiálise e fatores relacionados. Rev. Latino-Am. Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 28, 2020.

RIBEIRO, W. A.; JORGE, B. O.; QUEIROZ, R. S. Repercussões da hemodiálise no paciente com doença renal crônica: uma revisão da literatura. Revista Pró-univer SUS, Vassouras, v.11, n.1, p.88-97, 2020.

SILVA, M.R et al. Qualidade de vida de pacientes renais crônicos submetidos à hemodiálise: Uma revisão integrativa. Braz. J. Hea. Rev., Curitiba, v.3, n.4, p.9344-9374, 2020.

Downloads

Publicado

09/09/2021

Como Citar

Batista, L. C. B. ., Ferreira, B. E. ., Silva, D. A. V. da ., & Ramalho, A. da C. A. . (2021). QUALIDADE DE VIDA DE ADULTOS SUBMETIDOS A HEMODIÁLISE. Gep News, 5(1), 76–80. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/12866

Edição

Seção

Artigos