COMORBIDADES ASSOCIADAS À DOENÇA RENAL CRÔNICA EM ADULTOS SUBMETIDOS A HEMODIÁLISE

Autores

  • Briza Estumano Ferreira
  • Luana Carolyne Barbosa Batista
  • Danielle Alice Vieira da Silva
  • Alyne da Costa Araújo Ramalho

Resumo

A doença renal crônica (DRC) é caracterizada pela perda funcional e irreversível da função renal e se configura como um problema de saúde pública resultante da elevação de sua prevalência entre a população mundial e ao seu impacto na morbimortalidade dos indivíduos acometidos. Dentre as morbidades associadas ao desenvolvimento da disfunção dos rins, o diabetes mellitus tem se apresentado como a causa primária da DRC, em todo o mundo, seguido da hipertensão arterial. Essa pesquisa teve como objetivo avaliar a prevalência de comorbidades em pacientes adultos submetidos a hemodiálise. Trata-se de um estudo transversal descritivo, realizado com adultos de ambos os sexos diagnosticados com DRC e assistidos por um centro de referência em hemodiálise do estado de Alagoas. Dos 50 pacientes analisados, 92% apresentavam hipertensão e 40% diabetes mellitus. Mais da metade apresentava anemia e pouco menos de 10% dislipidemia. Esses achados demonstram que esses agravos comprometem expressivamente o público analisado e reforçam a associação bem estabelecida dessas comorbidades com a DRCDeste modo, as comorbidades apresentadas na amostra podem ser causa ou consequência da DRC.

Referências

ALICIC, R. Z.; ROONEY, M. T.; TUTTLE, K. R. Diabetic Kidney Disease: Challenges, Progress, and Possibilities. Clinical journal of the American Society of Nephrology, [s.l.], v.12, n.12, p.2032-2045, 2017.

AMORIM, R.G. et al. Doença Renal do Diabetes: Cross-Linking entre Hiperglicemia, Desequilíbrio Redox e Inflamação. Arq. Bras. Cardiol., São Paulo, v.112, n.5, 2019.

CREWS, D. C.; BELLO, A. K.; SAADI, G. Editorial do Dia Mundial do Rim 2019 – impacto, acesso e disparidades na doença renal. J. Bras. Nefrol., São Paulo, v.41, n.1, p.1-9, 2019.

KOPP, J. B. Rethinking hypertensive kidney disease: arterionephrosclerosis as a genetic, metabolic, and inflammatory disorder. Current opinion in nephrology and hypertension, [s.l.], v.22, n.3, p. 266-272, 2013.

PERES, L. A. B, BETTIN, T. E.; Dislipidemia em pacientes com doença renal crônica. Rev. Soc. Bras. Clin. Med., São Paulo, v.13, n.1, p.10-3, 2015.

PINHO, N. A; SILVA, G. V; PIERIN, A. M. G. Prevalência e fatores associados à doença renal crônica em pacientes internados em um hospital universitário na cidade de São Paulo, SP, Brasil. São Paulo. J. Bras. Nefrol., São Paulo, v.37, n.1, p. 91-97, 2015.

PLASTINA, J. C. R. et al. Deficiência funcional de ferro em pacientes em hemodiálise: prevalência, avaliação nutricional e de biomarcadores de estresse oxidativo e de inflamação. J. Bras. Nefrol., São Paulo, v.41, n.4, out./dez. 2019.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE NEFROLOGIA (SBN). Censo de Diálise da Sociedade Brasileira de Nefrologia. SBN, 2017.

TOLEDO, J. C. Y. et al. Posicionamento Brasileiro sobre Hipertensão Arterial Resistente; Arq. Bras. Cardiol., São Paulo, v.114, n.3, 2020.

Downloads

Publicado

09/09/2021

Como Citar

Ferreira, B. E. ., Batista, L. C. B. ., Silva, D. A. V. da ., & Ramalho, A. da C. A. . (2021). COMORBIDADES ASSOCIADAS À DOENÇA RENAL CRÔNICA EM ADULTOS SUBMETIDOS A HEMODIÁLISE. Gep News, 5(1), 135–138. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/12883

Edição

Seção

Artigos