VANTAGENS E DESVANTAGENS DOS TESTES DIAGNÓSTICOS DA COVID-19

UMA REVISÃO DE LITERATURA

Autores

  • Izabela Lúcio Cardoso Freire
  • Aline Maria Matias dos Santos
  • Nyaria Flêmera de Souza
  • Therezita Peixoto Patury Galvão Castro

Resumo

Em razão da pandemia de Sars-CoV-2, foi incentivado o desenvolvimento de testes confiáveis, com níveis seguros de precisão, especificidade e sensibilidade, acompanhamento da cadeia de transmissão viral, do diagnóstico e de condutas terapêuticas ágeis, inclusive utilizando plasma convalescente. Desde então, disponibilizou-se uma variedade de testes, a serem realizados em diferentes fases da COVID-19. Diante disso, objetivamos identificar as vantagens e as desvantagens desses testes diagnósticos a partir de uma revisão literária. Os resultados do presente trabalho ratificam que os testes de detecção sorológica para identificação de anticorpos contra os antígenos virais, apresentam maiores níveis de sensibilidade e especificidade se forem realizados na segunda semana após o aparecimento dos sintomas, tendo em vista a necessidade de elaboração da resposta de células imunes. Por outro lado, os testes rápidos, cuja finalidade é a detecção do RNA viral, devem ser feitos nos primeiros dias após a infecção. Além disso, ressalta-se a importância do teste ELISA, mesmo com riscos de alteração de resultados. Por fim, evidencia-se a ampliação da detecção do vírus com o uso combinado dos testes molecular e sorológico, nos períodos mais adequados de realização de cada um, sobretudo em caso de negatividade do primeiro teste. 

Referências

ALVES, D. et al. Rapid Gel Card Agglutination Assays for Serological Analysis Following SARS-CoV-2 Infection in Humans. ACS sensors, [s.l.], v.5, n.8, p.2596-2603, 2020.

BONELLI, F. et al. Clinical And Analytical Performance Of An Automated Serological Test That Identifies S1/S2 Neutralizing IgG In Covid-19 Patients Semiquantitatively. bioRxiv, [s.l.], 2020.

DEMEY, B. et al. Dynamic profile for the detection of anti-SARS-CoV-2 antibodies using four immunochromatographic assays. Journal of Infection, [s.l.], 2020.

EGGER, M. et al. Comparison of the Elecsys® Anti-SARS-CoV-2 immunoassay with the EDITM enzyme linked immunosorbent assays for the detection of SARS-CoV-2 antibodies in human plasma. Clinica Chimica Acta, [s.l.], 2020.

HACHIM, A. et al. ORF8 and ORF3b antibodies are accurate serological markers of early and late SARS-CoV-2 infection. Nature Publishing Group, [s.l.], 2020.

MAYNE, E. S. et al. The role of serological testing in the SARS-CoV-2 outbreak. South African Medical Journal, [s.l.], v.110, n.9, p.842-845, 2020.

SERRANO, M. M. et al. Comparison of commercial lateral flow immunoassays and ELISA for SARS-CoV-2 antibody detection. Journal of Clinical Virology, [s.l.], v.129, p.104529, 2020.

TRÉ-HARDY, M. et al. Validation of a chemiluminescent assay for specific SARS-CoV-2 antibody. Clinical Chemistry and Laboratory Medicine (CCLM), [s.l.], 2020.

VAN TOL, S. et al. Accurate serology for SARS-CoV-2 and common human coronaviruses using a multiplex approach. Emerging microbes & infections, [s.l.], v.9, n.1, p.1965-1973, 2020.

WEIDNER, L. et al. Quantification of SARS-CoV-2 antibodies with eight commercially available immunoassays. Journal of Clinical Virology, [s.l.], v.129, p.104540, 2020.

Downloads

Publicado

09/09/2021

Como Citar

Freire, I. L. C. ., Santos, A. M. M. dos ., Souza, N. F. de ., & Castro, T. P. P. G. . (2021). VANTAGENS E DESVANTAGENS DOS TESTES DIAGNÓSTICOS DA COVID-19: UMA REVISÃO DE LITERATURA. Gep News, 5(1), 196–199. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/12897

Edição

Seção

Artigos