A HUMANIZAÇÃO NA ATENÇÃO À SAÚDE DO IDOSO

Autores

  • Ainas Emanuele da Costa Silva

Resumo

Este trabalho discute as práticas de assistência, políticas, estratégias e ações governamentais formalizadas para a saúde do idoso, visto que, embora o tema "humanização" se faça presente em várias discussões e que, inclusive, tornou-se diretriz da Política Nacional de Humanização, esses pacientes enfrentam, ainda, vários obstáculos para assegurar alguma assistência à saúde. À desinformação e ao desrespeito aos cidadãos da terceira idade somam-se a precariedade de investimentos públicos para atendimento às necessidades específicas dessa população, a falta de instalações adequadas, a carência de programas específicos e de recursos humanos. Dessa forma, faremos uma reflexão sobre a humanização na assistência à saúde focada nessa população, primeiramente fazendo um resgate da humanização nos diversos cenários do setor saúde, considerando a valorização dos diferentes sujeitos implicados nesse processo, para que o cuidado dessa especial e crescente fatia da população seja realizado de forma humanizada, visto ser este um paciente especial que requer um atendimento diferenciado.

Referências

BECK, C. L. C. et al. A humanização na perspectiva dos trabalhadores de enfermagem. Texto & Contexto Enfermagem, Florianópolis, v.16, n.3, p.503-510, jul./set. 2007.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 1.395 do Gabinete do Ministro da Saúde. Dispõe sobre a Política Nacional de Saúde do Idoso do Ministério da Saúde. Diário Oficial da União. 1999. Disponível em: http://www.ufrgs.br/3idade/portaria1395gm.html. Acesso em: 15 out. 2020.

FRANCO, T. B.; BUENO, W. S.; MERHY, E. E. O acolhimento e os processos de trabalho em saúde: o caso de Betim, Minas Gerais, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.15, n.2, p. 345-353, abr./jun. 1999.

HENNINGTON, E. A. Gestão dos processos de trabalho e humanização em saúde: reflexões a partir da ergologia. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v.42, n.3, p.555-561, jun. 2008.

KERBER, N. P. C.; KIRCHHOF, A. L. C.; CEZAR-VAZ, M. R. Vínculo e satisfação de usuários idosos com a atenção domiciliária. Texto & Contexto Enfermagem, Florianópolis, v.17, n.2, p.304-312, abr./jun. 2008.

MARTINS, J. J. et al. Políticas públicas de atenção à saúde do idoso: reflexão acerca da capacitação dos profissionais da saúde para o cuidado com o idoso. Revista Brasileira de Geriatria e Gerodontologia, Rio de Janeiro, v.10, n.3, p.371-382, 2007.

OLIVEIRA, B. R. G.; COLLET, N.; VIERA, C. S. A humanização na assistência à saúde. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v.14, n.2, p.277-284, mar./abr. 2006.

PARAHYBA, M. I.; SIMÕES, C. C. S. A prevalência de incapacidade funcional em idosos no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v.11, n.4, p.967-974, out./dez. 2006.

SIMÕES, A. L. A. et al. Humanização na saúde: enfoque na atenção primária. Texto & Contexto Enfermagem, Florianópolis, v.16, n.3, p.439-444, jul./set. 2007.

Downloads

Publicado

09/09/2021

Como Citar

Silva, A. E. da C. (2021). A HUMANIZAÇÃO NA ATENÇÃO À SAÚDE DO IDOSO. Gep News, 5(1), 254–258. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/12908

Edição

Seção

Artigos