EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EM UMA UNIDADE NEONATAL

CONTRIBUIÇÕES PARA FORMAÇÃO INTERPROFISSIONAL

Autores

  • Flavia Danielle Souza de Vasconcelos
  • Erinaldo da Costa Lima
  • Maria de Conceição Carneiro Pessoa de Santana

Resumo

A promoção de ações de responsabilidade social é compreendida como uma das funções da universidade. Neste contexto, a extensão universitária atua como um meio de viabilizar essa função, promovendo a interação entre a universidade e a comunidade, de modo a favorecer a análise dos problemas que afetam a população e a estimular a interprofissionalidade, habilidade fundamental para o trabalho em saúde. Assim, o objetivo deste estudo é relatar a experiência interprofissional de um projeto de extensão, desenvolvido na unidade neonatal de um hospital do estado de Alagoas. Trata-se de um estudo qualitativo, descritivo, do tipo relato de experiência, realizado por discentes do curso de Medicina, a partir de atividades de extensão, durante o período de maio a novembro de 2019. Constatou-se que a abordagem interprofissional do projeto possibilitou a criação de um espaço de construção coletiva entre os acadêmicos e os preceptores, o qual contribuiu para ampliar e consolidar a importância da visão integral do cuidado em saúde, estimulando a adesão de atuações intersetoriais e transversais, de forma a propiciar a formação de profissionais da saúde humanizados.

Referências

BISCARDE, D. G. S.; PEREIRA-SANTOS, M.; SILVA, L. B. Formação em saúde, extensão universitária e Sistema Único de Saúde (SUS): conexões necessárias entre conhecimento e intervenção centradas na realidade e repercussões no processo formativo. Interface, Salvador, v.18, n.48, p.177-186, 2014.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas. Estratégicas Atenção humanizada ao recém-nascido: Método Canguru: manual técnico. 3. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. HumanizaSUS: documento base para gestores e trabalhadores do SUS. 4. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2010.

CARVALHO, C. R. A.; MESQUITA, M. M.; FARIAS, P. H. A influência da prática extensionista na identidade profissional. Revista Interagir: pensando a extensão, Rio de Janeiro, n.23, p.58-72, 2017.

RIBEIRO, R. M. C. As bases institucionais da política de extensão universitária. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, v.5, 2019.

Downloads

Publicado

09/09/2021

Como Citar

Vasconcelos, F. D. S. de ., Lima, E. da C. ., & Santana, M. de C. C. P. de . (2021). EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EM UMA UNIDADE NEONATAL: CONTRIBUIÇÕES PARA FORMAÇÃO INTERPROFISSIONAL. Gep News, 5(1), 295–298. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/12918

Edição

Seção

Artigos