INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM EM PACIENTES SOBREVIVENTES DO ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL

Autores

  • Fernanda Caroline de Oliveira Santos

Resumo

O acidente vascular cerebral tornou-se a principal causa de morte e incapacidade de adultos no Brasil, a maioria dos sobreviventes e familiares enfrentam na rotina demandas de cuidado frente ao comprometimento do nível de dependência decorrente da variedade de déficits neurológicos e cabe a equipe de enfermagem ações direcionadas para o favorecimento da recuperação as limitações impostas. O objetivo deste trabalho é analisar a atuação do enfermeiro mediante as intervenções de enfermagem direcionadas aos pacientes com acidente vascular cerebral no período de reabilitação. Trata-se de um estudo de revisão de literatura cujo recorte abrange publicações sobre qualitativo do tipo descritivo-exploratório acerca da importância do enfermeiro na reabilitação de pacientes sobreviventes do acidente vascular cerebral. Os resultados revelaram que pacientes sobreviventes de acidente vascular cerebral em reabilitação exigem do profissional de enfermagem habilidade na educação do paciente sobre as implicações da patologia e planos de cuidado no rearranjo familiar. Os distúrbios decorrentes da doença incapacitam de modo permanente o indivíduo e, nesse processo, o enfermeiro tem um importante destaque em todas as fases de tratamento, realizando intervenções para evitar complicações e orientações no lidar com as incapacidades na reabilitação.

Referências

CANUTO, M. A; NOGUEIRA, L. T. Stroke and quality of life: an integrative review. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental, Rio de Janeiro, v.7, n.2, p.2561-2568, abr. 2015. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/3928. Acesso em: 21 out. 2020.

CAVALCANTE, T. F. et al. Nursing Interventions to the patient with stroke in rehabilitation. Revista de Enfermagem UFPE, Recife, v.12, p.1430-1436, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/230533/28905. Acesso em: 21 out. 2020.

MOREIRA, R. P. et al. Validação clínica do resultado de enfermagem mobilidade em pacientes com acidente vascular cerebral. Revista Gaúcha Enfermagem, Porto Alegre, v.37, n.4, dez. 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rgenf/v37n4/0102-6933-rgenf-1983-144720160454688.pdf. Acesso em: 21 out. 2020.

SILVA, J. K. et al. A vida após o acidente vascular cerebral na perspectiva dos sobreviventes. Revista Eletrônica de Enfermagem, Goiânia, v.18, 2016. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/34620/21050. Acesso em: 21 out. 2020.

Downloads

Publicado

09/09/2021

Como Citar

Santos, F. C. de O. . (2021). INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM EM PACIENTES SOBREVIVENTES DO ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL. Gep News, 5(1), 338–341. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/12928

Edição

Seção

Artigos