ACOLHIMENTO E HUMANIZAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL ÀS FAMÍLIAS E USUÁRIOS DA UNIDADE COVID-19 DO HUPAA

Autores

  • Ana Márcia Agra Lemos de Carvalho
  • Gerusa Gonçalves de Lemos
  • Eunice Maria Alves
  • Maria Angélica Crispim Teixeira
  • Maria Zenaide Siqueira

Resumo

O presente trabalho busca apresentar a experiência do Serviço Social em resposta às necessidades dos usuários e famílias da Unidade COVID-19 durante sua internação no HUPAA. Trata-se do relato de experiência da organização e elaboração de estratégias e intervenções profissionais na perspectiva da humanização, para a assistência mediante a realidade apresentada dessa população. Os instrumentos técnico-operativos favoreceram aproximação inicial com familiares viabilizou o conhecimento, para encaminhamentos e articulações internas e externas, a fim de responder às necessidades e garantir o acesso às mais diversas demandas sociais e de saúde. A atuação do Assistente Social nesse contexto de enfrentamento da pandemia ratificou a necessidade como um dos profissionais relevantes, na contribuição para efetivação de direitos sociais e acesso aos princípios básicos garantidos nas Políticas Públicas.

Referências

BRASIL. Código de ética do/a assistente social. Lei 8.662/93 de regulamentação da profissão. 10. ed. rev. e atual. Brasília: Conselho Federal de Serviço Social, 2012.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Humanização: Formação e intervenção. Brasília: Ministério da Saúde, 2010.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL (CFESS). Parâmetros para a Atuação de Assistentes Sociais na Saúde. Brasília: Conselho Federal de Serviço Social, 2010.

Downloads

Publicado

09/09/2021

Como Citar

Carvalho, A. M. A. L. de ., Lemos, G. G. de ., Alves, E. M. ., Teixeira, M. A. C. ., & Siqueira, M. Z. . (2021). ACOLHIMENTO E HUMANIZAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL ÀS FAMÍLIAS E USUÁRIOS DA UNIDADE COVID-19 DO HUPAA. Gep News, 5(1), 342–344. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/12929

Edição

Seção

Artigos