CANDIDEMIA EM RECÉM-NASCIDO COM ANOMALIA CONGÊNITA

RELATO DE CASO

Autores

  • Beatriz Laurentino Barros
  • Mirelle Alessandra Silva de Medeiros
  • Ednaldo Almeida Gomes
  • Anne Laura Ferreira Costa
  • Rossana Teotônio de Farias Moreira
  • Fernanda Cristina de Albuquerque Maranhão

Resumo

O presente estudo tem por objetivo relatar um caso de candidemia em neonato a termo com gastrosquise. Essa alteração favorece ao desenvolvimento de candidemia, uma vez que, o trato gastrointestinal já é previamente colonizado por Candida spp. O diagnóstico foi realizado através de amostra sanguínea, com hemocultura positiva para Candida spp e Staphylococcos produtor de Beta lactamase. A detecção da levedura como agente causador de infecção sistêmica é de suma importância, considerando-se que o quadro clínico de candidemia é variável e inespecífico, e que a sensibilidade da hemocultura é bastante baixa em pediatria, em virtude do pouco volume de sangue coletado. A ausência de especificidade nos sinais clínicos, torna imprescindível a identificação micológica. Logo, a detecção precoce e identificação da espécie de Candida aliada ao monitoramento da composição da microbiota do paciente e à investigação de dados epidemiológicos e de características patogênicas que influenciam na aquisição de fungemia são fundamentais na orientação de planejamento de estratégias de redução do número de casos de infecções em neonatos, além de permitir o conhecimento do perfil epidemiológico das cepas que colonizam e infectam os prematuros da nossa região. 

Referências

BORGES, R. M. et al. Fatores de risco associados à colonização por Candida spp em neonatos internados em uma unidade de terapia intensiva neonatal brasileira. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, Uberaba, v.42, p.431-435, 2009.

HAMMOUD, M. S. et al. Persistent candidemia in neonatal care units: risk factors and clinical significance. International Journal of infectious disease, [s.l.], v.17, p.624-628, 2013.

RIOS, J. F. S; ROMANELLI, R. M. C. Candidíase invasiva em unidade neonatal. Journal of Infection Control, Porto Alegre, v.5, n.1, 2016.

SILVA, H. Y. W.; FREITAS, F. T. M. Perfil epidemiológico de infecção invasiva por Candida spp em recém-nascido no Hospital Materno Infantil. Brasília, 2018. Disponível em: http://paulomargotto.com.br/documentos/314.

VIANA NETO, A. M. et al. Candidemia por C. Glabrata em paciente recém-nascido prematuro de extremo baixo peso ao nascer: relato de caso. 2018. In: V CONGRESSO CEARENSE DE INFECTOLOGIA; XIV Jornada Científica do Hospital São José, 2018, Fortaleza.

Downloads

Publicado

09/09/2021

Como Citar

Barros, B. L. ., Medeiros, M. A. S. de ., Gomes, E. A. ., Costa, A. L. F. ., Moreira, R. T. de F. ., & Maranhão, F. C. de A. . (2021). CANDIDEMIA EM RECÉM-NASCIDO COM ANOMALIA CONGÊNITA: RELATO DE CASO. Gep News, 5(1), 446–449. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/12950

Edição

Seção

Artigos