PERFIL SOCIOECONÔMICO, CLÍNICO E NUTRICIONAL DE PACIENTES RECÉM INFARTADOS INSERIDOS NO ESTUDO MULTICÊNTRICO DICANUTS DO CENTRO COLABORADOR ALAGOAS

Autores

  • Sandra Mary Lima Vasconcelos
  • Laís Maria da Silva Lima
  • Jessica da Silva Araújo
  • Maria Luana Ramos dos Santos
  • Mayranne Victórya Rocha Santos

Resumo

O objetivo deste trabalho foi descrever o perfil socioeconômico, clínico e nutricional de pacientes recém-infartados inseridos no estudo multicêntrico DICANUTS do centro colaborador Alagoas. A amostra estudada foi composta por 43 indivíduos dos quais 25,58% do sexo feminino e 74,41% do sexo masculino com idade média de 58,06 anos, a maioria de etnia parda 55,81%. O Índice de Massa Corporal para adultos revelou que apenas 4,65%. Apesar da maioria dos pacientes serem do sexo masculino, pode-se levar em consideração que os perfis clínicos e nutricionais são oriundos principalmente dos agravos crônicos como principal fator de risco, entre eles, o elevado percentual de sobrepeso e obesidade. Desta forma, conclui-se que é necessário avaliar o perfil desses pacientes para que seja possível implantar políticas públicas e evitar possíveis agravos. 

Referências

AHMAD, O. B. et al. Padronização de taxas por idade: um novo padrão da OMS. Organização Mundial da Saúde, Genebra, v.9, n.10, 2001.

ARAÚJO, E. A.; OLIVEIRA, J. W. A.; PEREIRA, R. B. A relação entre a obesidade e o infarto agudo de miocárdio-IAM. Revista Científica da FASETE, Paulo Afonso, p.153-168, 2018.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE PESQUISA (ABEP). Critério Brasil 2019. Disponível em: http://www.abep.org/criterioBr/01_cceb_2019.pdf. Acesso em: 08 out. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Alimentação Cardioprotetora: Manual de orientações para os profissionais de saúde da Atenção Básica/Hospital do Coração. Brasília: Ministério da Saúde, 2018.

COELHO, L. M.; RESENDE, E. S. Perfil dos pacientes com infarto do miocárdio, em um hospital universitário. Rev. Med. Minas Gerais, Belo Horizonte, v.20, n.3, p.323-8, 2010.

DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA DO SUS (DATASUS). Informações de Saúde, Epidemiológicas e Morbidade: banco de dados. Disponível em: http://www2.datasus.gov.br/DATASUS/index.php?area=02. Acesso em: 08 out. 2020.

MERTINS, M. S. et al. Prevalência de fatores de risco em pacientes com infarto agudo do miocárdio. Avances en Enfermería, [s.l.], v.34, n.1, p.30-38, 2016.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS). Disponível em: https://www.who.int/health-topics/cardiovascular-diseases/#tab=tab_1. Acesso em: 08 out. 2020.

RIBEIRO, K. R. A.; SILVA, L. P.; LIMA, M. L. S. Conhecimento do infarto agudo do miocárdio: implicações para assistência de enfermagem. Revista de enfermagem UFPI, Teresina, v.5, n.4, p.63-68, 2016.

SILVA, F. L.; MELO, M. A. B. de.; NEVES, R. A. Perfil clínico-epidemiológico dos pacientes internados por infarto agudo do miocárdio em hospital de Goiás. Revista Brasileira Militar de Ciências, Goiânia, v.5, n.13, 2019.

SMELTZER, S. C. et al. Tratado de enfermagem médico-cirúrgica. In: BRUNNER; SUDDARTH. Tratado de enfermagem médico-cirúrgica. Rio de Janeiro: Guanabara 2014. p.1133-1133.

VARGAS, R. A. et al. Qualidade de vida de pacientes pós-infarto do miocárdio: revisão integrativa da literatura. Revista de Enfermagem UFPE, Recife, v.11, n.7, p.2803-2809, 2017.

Downloads

Publicado

09/09/2021

Como Citar

Vasconcelos, S. M. L. ., Lima, L. M. da S. ., Araújo, J. da S. ., Santos, M. L. R. dos ., & Santos, M. V. R. . (2021). PERFIL SOCIOECONÔMICO, CLÍNICO E NUTRICIONAL DE PACIENTES RECÉM INFARTADOS INSERIDOS NO ESTUDO MULTICÊNTRICO DICANUTS DO CENTRO COLABORADOR ALAGOAS. Gep News, 5(1), 511–514. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/12962

Edição

Seção

Artigos