FATORES QUE INTERFEREM NA QUALIDADE DE VIDA DOS PROFISSIONAIS DA ENFERMAGEM DA URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

Autores

  • Frederico Enrique Lima Vieira
  • Nathalie Catão Santos

Palavras-chave:

bem-estar; enfermeiro; pronto-atendimento.

Resumo

Sabe-se que a atividade laboral na área da saúde está em terceiro lugar no ranking das profissões mais estressantes, e os profissionais que atuam nos setores de urgência e emergência no âmbito hospitalar estão sempre mais expostos às situações de estresse, pela grande necessidade de ações imediatas e eficazes durante todo o período de trabalho. Então, o presente estudo buscou descrever os fatores que interferem na qualidade de vida desses profissionais, que dentre eles estão: estresse no ambiente de trabalho, pouca valorização profissional, falta de tempo para família e lazer, baixa remuneração, e distúrbios osteomusculares.

Referências

ARAÚJO, F.D. et al. Assessment of the quality of life of prehospital care nursing professionals. Sobral: Revista Brasileira Medicina Trabalho, v. 16, n, 3, 2018. Disponível em: <https://cdn.publisher.gn1.link/rbmt.org.br/pdf/en_v16n3a08.pdf>. Acesso em: 20/08/21.

FREIRE, M. et al. Qualidade de vida dos profissionais de enfermagem no ambiente laboral hospitalar. Recife: Revista enfermagem UFPE online, v. 10, n. 5, 2016. Disponível em: <https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/11175>. Acesso em: 20/08/21.

PORTELA, N.L.C. et al. Síndrome de Burnout em profissionais de enfermagem de serviços de urgência e emergência. Rio de Janeiro: Revista Pesquisa UFRJ online, v. 7, n. 3, 2015. Disponível em: < https://www.redalyc.org/pdf/5057/505750947034.pdf>. Acesso em: 15/08/21.

SOUZA, A.A.M. et al. Aspectos relacionados à ocorrência de violência ocupacional nos setores de urgência de um hospital. Rio de Janeiro: Revista Pesquisa UFRJ online, v. 6, n. 2, 2014. Disponível em: <https://www.redalyc.org/pdf/5057/505750622019.pdf >. Acesso em: 21/08/21.

SOUZA, E. B. DE. Competitividade empresarial, gestão de pessoas e controle social: para pensar os dilemas da Qualidade de Vida no Trabalho (QVT). Revista Espaço Acadêmico, v. 15, n. 172, p. 113-123, 30 jul. 2015. Disponível em: <https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/25419>. Acesso em: 20/08/21.

TARGINO, T.H.S et al. Cuidar de si para cuidar do outro: reflexões de profissionais de enfermagem acerca do autocuidado. Rio de Janeiro: Revista Pesquisa UFRJ online, v. 5, n. 4, 2013. Disponível em: < https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=4767612>. Acesso em: 15/08/21.

Downloads

Publicado

19/08/2022

Como Citar

Vieira , F. E. L. ., & Santos, N. C. . . (2022). FATORES QUE INTERFEREM NA QUALIDADE DE VIDA DOS PROFISSIONAIS DA ENFERMAGEM DA URGÊNCIA E EMERGÊNCIA. Gep News, 6(1), 4–8. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/13963

Edição

Seção

Artigos