IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE MONITORAMENTO DO CUIDADO OBSTÉTRICO E NEONATAL, ATRAVÉS DA ESTRATÉGIA QUALINEO EM UMA UNIDADE NEONATAL, SEGUNDO A ÓTICA DE PROFISSIONAIS

RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores

  • Jeannette Barros Ribeiro Costa
  • Elisângela Cristina A. de Sousa
  • Geisa Gabriella Rodrigues de Oliveira

Palavras-chave:

mecanismos de avaliação da assistência à saúde; monitoramento; mortalidade infantil.

Resumo

Nas últimas décadas, as estratégias de redução da mortalidade infantil e a promoção de saúde da criança têm sido eixos centrais nas políticas de saúde do Brasil. Considerando a necessidade de superar o desafio da diminuição da mortalidade neonatal, o Ministério da Saúde (MS) esboçou a Estratégia Qualineo, que tem como objetivo oferecer apoio técnico de forma sistemática e integrada às maternidades prioritárias para qualificação das práticas de gestão e atenção ao RN, a fim de que possam contribuir para a redução da mortalidade infantil, especialmente no componente neonatal. A implantação do Sistema de Monitoramento do Cuidado Obstétrico e Neonatal, através da estratégia Qualineo, é relevante, pois, dentre outros aspectos, permite a construção de indicadores e torna possível a identificação de potenciais e lacunas existentes no serviço, o que pode levar a equipe a refletir e buscar a qualificação do processo de trabalho e da assistência prestada aos neonatos. Este estudo visa relatar a experiência de profissionais que participaram da implantação do monitoramento do cuidado neonatal no Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HUPAA/UFAL), descrevendo a trajetória e compreendendo os desafios e potenciais para essa atividade na Unidade Neonatal, segundo a ótica de profissionais da assistência e da gestão. Trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência, sobre a implantação do Monitoramento Qualineo em uma Unidade Neonatal, no período de outubro de 2020 a fevereiro de 2021. Aos poucos, mediante um processo de sensibilização dos profissionais, a implementação do monitoramento tem sido fortalecida. Contudo, vale ressaltar que há, ainda, enormes desafios a serem superados, para que o Qualineo se torne uma estratégia forte no serviço. Dessa forma, destaca-se a importância da realização de capacitações, a necessidade de um espaço de construção coletiva para criação de protocolos assistenciais e maior adesão para o preenchimento dos dados no prontuário eletrônico, para que o conhecimento compartilhado leve à mudança de práticas assistenciais. Com a realização deste estudo, foi possível perceber que, para implantar o Monitoramento Qualineo em uma Unidade Neonatal, é imprescindível a sensibilização da gestão e dos profissionais.

Referências

BRASIL. Ministério da Saúde. Estratégia Qualineo. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2021. Disponível em: https://antigo.saude.gov.br/saude-indigena/cursos/823-assuntos/saude-para-voce/44189-estrategia-qualineo. Acesso em: 20 out. 2021.

BERALDO, N. Ministério da Saúde lança estratégia para reduzir mortalidade neonatal no Norte e Nordeste. Portal de boas práticas, [s.l.], 3 out. 2017. Disponível em: https://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/atencao-recem-nascido/ministerio-da-saude-lanca-estrategia-para-reduzir-mortalidade-neonatal-no-norte-e-nordeste/. Acesso em: 22 out. 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Banco de dados do Sistema Único de Saúde-DATASUS, Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos.2018. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sinasc/cnv/nvuf.def. Acesso em: 21 out. 2021.

NAÇÕES UNIDAS BRASIL. Sobre o nosso trabalho para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no Brasil. Brasília, DF: Nações Unidas Brasil, 2015. Disponível em: https://nacoesunidas.org/pos2015/agenda2030. Acesso em: 21 out. 2021.

ROMA, J. C. Os objetivos de desenvolvimento do milênio e sua transição para os objetivos de desenvolvimento sustentável. Ciência e Cultura, v. 71, n. 1, p. 33-39, 2019.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Survive and thrive: transforming care for every small and sick newborn. Geneva: World Health Organization, 2019. Disponível em: https://www.unicef.org/media/58076/file. Acesso em: 20 out. 2021.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Preterm birth. Geneva: World Health Organization, 2020. Disponível em: http://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/preterm-birth. Acesso em: 20 out. 2021.

Downloads

Publicado

19/08/2022

Como Citar

Costa, J. B. R. ., Sousa, E. C. A. de, & Oliveira, G. G. R. de . (2022). IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE MONITORAMENTO DO CUIDADO OBSTÉTRICO E NEONATAL, ATRAVÉS DA ESTRATÉGIA QUALINEO EM UMA UNIDADE NEONATAL, SEGUNDO A ÓTICA DE PROFISSIONAIS: RELATO DE EXPERIÊNCIA. Gep News, 6(1), 176–181. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/14000

Edição

Seção

Artigos