O USO DA TECNOLOGIA DIGITAL A FAVOR DO ACOLHIMENTO PSICOLÓGICO NO RECONHECIMENTO DE CORPOS DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19

Autores

  • Vanessa Ferry de Oliveira Soares
  • Adriana Rêgo Lima Costa
  • Fabio Alves dos Santos
  • Sarah Lins de Barros Moreira
  • Michele Morgana da Silva Souza
  • Ruthleia da Silva Soares

Palavras-chave:

reconhecimento de corpos; COVID-19; luto; psicologia hospitalar.

Resumo

Este trabalho possui como objetivo compreender o uso de tecnologia digital como instrumento facilitador do trabalho do psicólogo no reconhecimento de corpos durante a pandemia da COVID-19. Para isso, foi utilizado uma metodologia qualitativa, baseada em relato de experiência. Os dados foram coletados a partir das anotações escritas em diário de bordo por duas psicólogas que vivenciaram o processo de reconhecimento de corpos. Os dados foram discutidos considerando o aporte teórico do construcionismo social e da análise do discurso. Da compreensão das anotações surgiram três categorias de discursos: distanciamento de entes e privação do cuidado; rituais de luto prejudicados; reconhecimento dos corpos por fotos. Observou-se que o trabalho do psicólogo no contexto da pandemia precisou ser reinventado a partir do emprego de tecnologia digital, a qual serviu como instrumento facilitador de elaboração do luto da família pela perda do ente querido. Diante disso, a Psicologia Hospitalar Brasileira marcou sua contribuição consubstancialmente na pandemia, auxiliando para que famílias de paciente hospitalizados e que vieram a óbito pudessem ver seus familiares, reconhecê-los e se despedir, o que impactou diretamente na elaboração do luto da família.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

DIAS, Fabio Araujo et al. Espiritualidade e saúde: uma reflexão crítica sobre a vida simbólica. Research, Society and Development, v. 9, n. 5, p. e52953113-e52953113, 2020. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/3113 Acesso em: 7 jul. 2023.

DIEHL, R.; MARASCHIN, C.; TITTONI, J. Ferramentas para uma Psicologia Social. Psicologia em Estudo, v.11, n. 2, p.407-415, 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pe/a/ZSYqXth6gHL9nhhzNj4hXNs/abstract/?lang=pt.

KRAEMER, M. U. G. et al. The effect of human mobility and control measures on the COVID-19 epidemic in China. Science Preprints, v. 348, p. 493–497, 2020. DOI: https://doi.org/10.1126/science.abb4218. Disponível em: https://www.science.org/doi/10.1126/science.abb4218?cookieSet=1. Acesso em: 20 out. 2022.

SANFELICIO, M. K. Fotografando o impossível: ritos e imagens da morte produzidas durante a pandemia de Covid-19 no Brasil. Ponto Urbe v. 1, n. 30, 2022. DOI: https://doi.org/10.4000/pontourbe.11882. Disponível em: http://journals.openedition.org/pontourbe/11882. Acesso em: 24 ago. 2023.

SPINK, M. J.; MEDRADO, B. Produção de Sentidos no Cotidiano. In: SPINK, M. J. (org). Práticas Discursivas e Produção de Sentido no Cotidiano: aproximações teóricas e metodológicas. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, 2013.

Downloads

Publicado

2024-05-07

Como Citar

Soares , V. F. de O., Costa, A. R. L., Santos, F. A. dos, Moreira, S. L. de B., Souza, M. M. da S., & Soares, R. da S. (2024). O USO DA TECNOLOGIA DIGITAL A FAVOR DO ACOLHIMENTO PSICOLÓGICO NO RECONHECIMENTO DE CORPOS DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19. Gep News, 8(1), 65–70. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/17601

Edição

Seção

Artigos