Os Benefícios da Musicoterapia na Gravidez: Uma Revisão Sistemática

Autores

  • Jessica Caroline Sabino Pimentel Universidade Federal de Alagoas
  • Kedma Augusto Martiniano Santos Universidade Federal de Alagoas
  • Sheyla Christine Santos Fernandes Universidade Federal de Alagoas

Palavras-chave:

Musicoterapia. Gravidez. Benefícios.

Resumo

Os benefícios musicais podem ser obtidos por qualquer pessoa, porém, para ser uma terapia musical, um terapeuta se faz necessário, propiciando uma comunicação entre indivíduos. O terapeuta age sobre o paciente, utilizando a música como um instrumento ativo nesse processo terapêutico. A musicoterapia visa uma integração física, mental e psicológica do paciente e é um dos métodos utilizados como suporte na gravidez, sendo este um período acompanhado por mudanças físicas, hormonais, emocionais, podendo surgir ansiedade, insegurança, medo. Para a realização desta pesquisa buscou-se elaborar uma revisão sistematizada verificando publicações centralizadas nos benefícios da musicoterapia na gravidez. Foi efetuada uma busca nas bases de dados SciELO, PePSIC, Index Psi, LILACS, Google acadêmico e BVS Psico, utilizando os termos “musicoterapia AND gravidez”. O banco final incluído na análise foi constituído por 9 documentos científicos (artigos, teses, dissertações e monografias), publicados desde 2000 a 2017. A enfermagem foi a área de aplicabilidade da musicoterapia mais identificada nos documentos científicos. E os benefícios da musicoterapia na gravidez mais recorrentes foram o alívio da dor no parto e os benefícios desta prática na construção do vínculo mãe-bebê. Esta revisão sistemática possibilitou a averiguação de lacunas, como o número relativamente baixo de pesquisas brasileiras sobre a aplicabilidade e os benéficos da musicoterapia na gravidez, assim como a omissão de produções científicas sobre este tema advindos da psicologia. E assim, estes achados revelam que este campo do conhecimento ainda tem muito a se desenvolver no país.

Downloads

Publicado

01/08/2018

Como Citar

Pimentel, J. C. S., Santos, K. A. M., & Fernandes, S. C. S. (2018). Os Benefícios da Musicoterapia na Gravidez: Uma Revisão Sistemática. Gep News, 2(2), 152–156. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/5255

Edição

Seção

Artigos