Reorientação Sexual: Compromisso Científico ou Subterfúgio para Cura Gay?

Autores

  • Amanda Elias de Oliveira Costa Universidade Federal de Alagoas
  • Diego Marcos Vieira da Silva Instituto de Análise do Comportamento
  • José Ivaldo Lima Júnior Universidade Federal de Alagoas

Palavras-chave:

Psicologia. Homossexualidade. Reversão sexual. Analise do comportamento lgbtfobia

Resumo

A homossexualidade sempre foi motivo de polêmica e violência, seja física ou psicológica, ao longo da história; com isso, sempre ocorreu e continuará a ocorrer casos de pessoas que tentam trata-la ou reverte-la. Vários projetos de lei já foram propostos com esse propósito, inclusive recentemente uma liminar que se propõe a derrubar a normatização do Conselho Federal de Psicologia a respeito do atendimento e pesquisas cientificas sobre homossexualidade e sua reversão. Com isso, neste trabalho foi feita uma análise da ata da reunião e de o que realmente ela quer dizer, ponderando as informações do código de ética e matérias que foram publicadas sobre o assunto. Considerando os comportamentos e o contexto ambiental que levam gays e lésbicas a sentir o desejo de mudarem a sua orientação sexual e o que muitos cientistas falam sobre a homossexualidade ter mais bases genética que bases comportamentais, avaliamos assim, a real intenção da liminar, que diz possibilitar ao psicólogo fazer determinadas atividades em relação a homossexualidade, que na verdade não são vedados ao mesmo, mas com o propósito de conseguir implantar métodos de reversão desta pautando-se em uma pseudo liberdade cientifica e vontade de mudança dos indivíduos que se dizem homossexuais.

Downloads

Publicado

01/08/2018

Como Citar

Costa, A. E. de O., Silva, D. M. V. da, & Júnior, J. I. L. (2018). Reorientação Sexual: Compromisso Científico ou Subterfúgio para Cura Gay?. Gep News, 2(2), 198–203. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/gepnews/article/view/5272

Edição

Seção

Artigos