A RELEVANTE CONTRIBUIÇÃO DO CIRURGIÃO-DENTISTA NO DIAGNÓSTICO DAS MANIFESTAÇÕES ORAIS CAUSADAS PELA HANSENÍASE – REVISÃO DE LITERATURA

Autores

  • Robertson Delano Silva
  • Cristiane Oliveira de Souza Remígio
  • Márcia Cristina Silva Amorim
  • Tiago Oliveira César
  • Luiz Gustavo Vasconcelos Guimarães Gesteira
  • Maira Janiely Porto Gomes
  • José de Amorim Lisboa Neto

Resumo

A hanseníase, também conhecida como lepra, é uma doença infecciosa causada pela bactéria chamada Mycobacterium leprae. Apresenta uma evolução lenta, que se manifesta principalmente através de lesões granulomatosas na pele, nas mucosas e nervos periféricos. A contribuição do cirurgião-dentista no diagnóstico da hanseníase é de forma significativa, pois,através do autoexame na boca e na região maxilar, respectivamente poderão ser encontradas lesões e deformidades, devido ao estado de proliferação do estágio da doença. Os principais acometimentos da hanseníase na boca incluem gengiva, língua, região anterior da maxila, palato duro, mole e úvula. Clinicamente estas lesões apresentam-se como nódulos que necrosam, podendo ser assintomática e sintomática. Pelos resultados apresentados, nota-se a importância do cirurgião-dentista no diagnóstico de lesões e deformidades causadas pela hanseníase, sendo este, responsável para encaminhar o paciente ao serviço especializado para um diagnóstico mais preciso. O presente estudo foi realizado analisando-se casos clínicos e identificando as principais características clínicas e anatômicas causadas pelas lesões e deformidades causadas pela hanseníase. Foram utilizados, como fontes, artigos das plataformas de pesquisa SCIELO (Scientific Eletronic Library Online), Google Acadêmico e Periódico. Pelo que foi apresentado, fica evidente a necessidade do conhecimento do cirurgião-dentista sobre os aspectos da hanseníase e sua manifestação na região da boca, visando facilitar um diagnóstico prévio da doença.

Downloads

Publicado

28/07/2019