Antonio Conselheiro, comunista

Autores

  • Pedro Lima Vasconcellos

Resumo

O artigo discute a qualificação de “comunista” atribuída a Antonio Conselheiro e ao Belo Monte que liderou: tal caracterização jogou papel importante na criação da caricatura que justificaria a “guerra de Canudos” e o massacre dela decorrente. Mostra como o termo ganhou força no país por obra dos debates em torno da escravidão e da sua abolição, na segunda metade do século XIX.

Downloads

Publicado

27/01/2022

Edição

Seção

Autores convidados