SUBSTRATO ENRIQUECIDO COM CASCA DE PEQUI MELHORA A QUALIDADE DE MUDAS DE BRÓCOLOS E COUVE-FLOR

Autores

  • Rodrigo Amato Moreira IFNMG
  • Carlos Alberto Barbosa Galiza IFNMG
  • Renata Amato Moreira UFLA
  • Nelson Licínio Campos de Oliveira IFNMG

DOI:

https://doi.org/10.28998/rca.v18i3.10967

Palavras-chave:

Brassica oleracea var. italica, Brassica oleracea var. botrytis, Caryocar brasiliens, mudas de hortaliças

Resumo

No Norte de Minas há uma grande produção de pequi (Caryocar brasiliens Cambi), no qual a parte comercializada é somente a semente com a polpa (caroço), com isso grande quantidade de casca é gerada e descartada. Diante deste fato, o trabalho foi realizado no intuito de aproveitar estes resíduos para elaborar substratos para produção de mudas de hortaliças, minimizando custos devido à facilidade de obtenção desse material. O presente experimento foi conduzido com objetivo de avaliar a influência dos diferentes substratos no índice de velocidade de emergência (IVE), facilidade de retirada da plântula da célula e crescimento das mudas de brócolis e couve-flor. A semeadura foi realizada em bandejas de poliestireno expandido com 72 células, preenchidas com os substratos de acordo com o tratamento. Foram utilizadas três sementes para cada célula. Após a germinação e aparecimento da primeira folha verdadeira as plântulas foram desbastadas, permanecendo apenas uma por célula. O experimento foi conduzido em esquema fatorial 2 x 4, sendo duas espécies (couve-flor e brócolis) e os quatro tipos de substratos [húmus de minhoca, substrato enriquecido com casca de pequi, substrato comercial (Bioplant®), substrato enriquecido com casca do pequi + solo, na proporção 1:1], em delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições. Cada parcela experimental foi constituída de 12 células. O substrato enriquecido com casca de pequi apresentou características positivas quanto à composição de macro e micronutrientes, reação C/N e matéria orgânica. Além disso, influenciou de forma positiva o crescimento das mudas de couve-flor e brócolis. Para brócolis o índice de velocidade de emergência não houve diferença entre os substratos, entretanto para couve-flor a mistura de 1:1 do substrato enriquecido com casca do pequi + solo foi inferior aos demais substratos. O substrato enriquecido com casca de pequi promoveu o maior crescimento e facilidade de remoção da célula das mudas de couve-flor e de brócolis.

Referências

Echer, M. M.; Guimarães, V. F.; Aranda, A. N.; Bortolazzo, E. D.; Braga, J. S. Avaliação de mudas de beterraba em função do substrato e do tipo de bandeja. Semina: Ciências Agrárias, 2007, 28, 45-50.

Costa A. P. F.; Pinto, E. G.; Soares, D. S. B. Obtenção de farinha do mesocarpo de pequi. Revista Agrarian, 2017, 10, 349-354.

Ferreira, D. F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, 2011, 35, 1039-1042.

Fernandes, F.; Silva, S. M. C. P. Manual prático para a compostagem de biossólidos. Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, 1999. 84p.

Furlan, F.; Costa, M. S. S. M.; Costa, L. A. M.; Marini, D.; Castoldi, G.; Souza, J. H. Pivetta, L. A.; Pivetta, L. G. Substratos alternativos para produção de mudas de couve folha em sistema orgânico. Revista Brasileira de Agroecologia, 2007, 2, 1686-1689.

Filgueira, F. A. R. Novo manual de olericultura: agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. 3. ed. rev. e ampl. Viçosa, MG: UFV, 2008. 421 p.

Godoy, A. R.; Salata, A. C.; Cardoso, A. I. I.; Evangelista, R. M.; Kano, C.; Higuti, A. R. O. Produção e qualidade pós-colheita de couve-flor em função de doses de potássio em cobertura. Scientia Agrária Paranaensis, 2012, 11, 33-42.

Higuti, A. R. O; Salata, A. C.; Godoy, A. R.; Cardoso, A. I. I. Produção de mudas de abóbora com diferentes doses de nitrogênio e potássio. Bragantia, 2010, 69, 377-380.

Lopes, J. C.; Mauri, J.; Ferreira, A.; Alexandre, R. S.; Freitas, A. R. Broccoli production depending on the seed production system and organic and mineral fertilizer. Horticultura Brasileira, 2012, 30, 143-150.

Maciel, T. C. M.; Silva, T. I.; Alcantara, F. D. O; Marco, C. A.; Ness, R. L. L. Substrato à base de pequi (Caryocar coriaceum) na produção de mudas de tomate e pimentão. Revista de Agricultura Neotropical, 2017, 4, 9-16.

Mesquita, E. F.; Chaves, L. H. G.; Freitas, B. V.; Silva, G. A.; Sousa, M. V. R.; Andrade, R. Produção de mudas de mamoeiro em função de substratos contendo esterco bovino e volumes de recipientes. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, 2012, 7, 58-65.

Milec, A. T.; Moraes, R. M. D.; Xavier, V. C.; Conceição; D. C.; Mauch, C. R.; Morselli, T. B. G. A. Produção de mudas de couve brócolis em dois sistemas de irrigação utilizando substratos orgânicos. Cadernos de Agroecologia, 2007, 2, 1483-1486.

Oliveira, M. E. B.; Guerra, N. B.; Maia, A. H. N.; Alves, R. E.; Xavier, D. S.; Matos, N. M. S. Caracterização física de frutos do pequizeiro nativos da chapada do Araripe-CE. Revista Brasileira de Fruticultura, 2009, 26, 572-578.

Santos, M. R.; Sediyama, M. A. N.; Salgado, L. T.; Vidigal, S. M.; Reigado, F. R. Produção de mudas de pimentão em substratos à base de vermicomposto. Bioscience Journal, 2010, 26, 572-578.

Santos, F. S.; Santos, R. F.; Dias, P. P.; Zanão Jr, L. A.; Tomassoni, F. A cultura do pequi (Caryocar brasiliense CAMB), Acta Iguazu, 2013, 2, 46-57.

Silva, T. I; Feitosa, A. J. S.; Maciel, T. C. M.; Figueiredo, F. R. A.; Marco, C. A. Produtividade de tomate cereja (Solanum lycopersicon Mill.) em função da adubação orgânica à base de pequi (Caryocar coriaceum Willd Poir.). Acta Iguazu, 2019, 8, 50-59.

Steffen, G. P. K.; Antoniolli, Z. I.; Steffen, R. B.; Machado, R. G. Casca de arroz e esterco bovino como substratos para a multiplicação de minhocas e produção de mudas de tomate e alface. Acta Zoológica Mexicana, 2010, 2, 333-343.

Downloads

Publicado

21/12/2020

Edição

Seção

Produção Vegetal