Relação Hídrica e Fenologia de Cultura em Rio Largo - AL

Autores

  • José Leonaldo de Souza Univesidade Federal de Alagoas
  • Elenice Lucas DI Pace Univesidade Federal de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.28998/rca.v1i1.47

Resumo

As curvas médias decendiais da precipitação pluvial e da evapotranspiração potencial, serviram para o estabelecimento da estação de crescimento de Rio Largo - AL., para as culturas do feijão (Phaseolus vulgaris L), milho (Zea mays L.) e cana-de-açúcar (Saccharum spp). Com base nos resultados determinou-se o início, o fim e a duração da estação de crescimento, como também os períodos chuvoso, úmido, pré-úmido e pós-úmido. Analisaram-se também as condições hídricas sobre fases fenológicas das culturas.

Biografia do Autor

José Leonaldo de Souza, Univesidade Federal de Alagoas

Engº Agronômo - Mestre em Agronomia/Produção Vegertal - Doutor em Fitotecnica-Agricultura Tropical

Downloads

Publicado

28/07/2010

Edição

Seção

Produção Vegetal