A supraestatalidade dos Direitos Fundamentais das Crianças e dos Adolescentes: da teoria ponteana às perspectivas universalistas contemporâneas

Sofia Vilela de Moraes e Silva

Resumo


Nesse estudo, é realizada uma análise sobre a teoria ponteana da supraestatalidade dos direitos fundamentais, expondo, em um primeiro momento, o posicionamento do Direito das gentes no que diz respeito ao seu desenvolvimento, sua prevalência em relação ao direito interno e a questão da soberania dos Estados. Em seguida, são expostas as tendências atuais sobre a universalização dos Direitos Fundamentais, enfatizando os desafios a serem vencidos, as novas perspectivas concernentes à democracia, soberania e titularidade desses direitos, e os meios de incorporação e hierarquia dos tratados que versam sobre direitos fundamentais. Por último, é examinado o impacto dos instrumentos internacionais de proteção à criança e ao adolescente no ordenamento jurídico brasileiro, fazendo um contraponto entre a evolução internacional e nacional desses direitos e a aplicação dos tratados no plano interno.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Eletrônica do Mestrado em Direito da Ufal no Facebook:

INDEXADA EM:

Endereço:

Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Faculdade de Direito de Alagoas. Programa de Pós-Graduação em Direito. Campus A. C. Simões Av. Lourival Melo Mota, s/n, Tabuleiro do Martins. CEP: 57072-970 Maceió – Alagoas – Brasil.

E-mail: revistamestradodireitoufal@gmail.com 

Telefone: 82-3214-1255