Informação, memória e identidade cultural

estudo de caso sobre a chegança em Alagoas

Autores

  • Jusmenne Jasão Melo da Silva UFAL
  • Wagner Cristian dos Santos UFAL
  • Taynara Cristina da Silva UFAL

Palavras-chave:

cultura popular, identidade cultural, folguedos natalinos, Chegança

Resumo

No Brasil, existem várias formas de manifestações da cultura popular. Cada região e estado possuem seus diferentes tipos de costumes e linguagens. Essas manifestações culturais representam a herança de seus antepassados, reunindo suas tradições em um ato simbólico. Na região Nordeste, a multipluralidade é imensa, com uma cultura heterogênea e bem tradicional. Em Alagoas, não é diferente. Os folguedos são importantes para o estado, os quais tiveram início nos engenhos com as culturas lusitanas. O objetivo da pesquisa consistiu em retratar a importância do folguedo chegança como fonte de informação, memória e identidade cultural de Alagoas. Esta pesquisa teve abordagem qualitativa com procedimento de estudo de caso. Em Alagoas, concentra-se uma grande quantidade de folguedos natalinos, são eles: reisado, guerreiro, fandango, chegança, pastoril dramático, pastoril, taieiras, maracatu, baianas, quilombo e cavalgadas. A chegança representa a luta entre os mouros infiéis seguidores de Maomé com os cristãos, um auto com temática marítima. Surgiu em Alagoas entre os anos de 1927 e 1929 e foi o resultado da união de reisados alagoanos, pastoril e auto das caboclinhas. As músicas são acompanhadas por alguns instrumentos musicais, como a rabeca, a viola e os pandeiros dos marujos. O impacto cultural proporciona uma visão de mundo diferente quando torna-se parte intrínseca do sujeito. A falta de visibilidade das manifestações tem afetado a apropriação da cultura dos folguedos populares, os quais estão em declínio, entrando no esquecimento, podendo mesmo se extinguir.

Referências

ALMEIDA, Leonardo Assunção Bião et al. Um Recorte Cultural do Nordeste: O Caso da Festa do Carmo. In: Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, 5.; 2009, Salvador. Anais [...]. Salvador: Faculdade de Comunicação/UFBa. Disponível em: http://www.cult.ufba.br/enecult2009/19376.pdf. Acesso em: 17 jul. 2021.

AYRES, Francisco Rogers Cavalcanti. Balé folclórico de Alagoas: 37 anos de história e os processos criativos na espetacularidade folclórica alagoana. 2014. 185 f. Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas) – Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2014.

AZEVEDO, Ricardo. Cultura popular, literatura e padrões culturais. In: Estudos: Literatura e cultura popular. São Paulo: Ricardo Azevedo, 2008. Disponível em: http://www.ricardoazevedo.com.br/wp/wp-content/uploads/Cultura-popular.pdf. Acesso em: 12 jul. 2021.

BRANDÃO, Théo. Folguedos natalinos. 3 ed. Maceió: UFAL, Museu Théo Brandão, 2003.

CHAVES, Wagner Neves Diniz. Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore: o espetáculo e a excelência. XI Congreso Iberoamericano de Extensión Universitaria. Santa Fé, Argentina, 2011. Disponível em: https://www.unl.edu.ar/iberoextension/dvd/archivos/ponencias/museos/completo/o-museu-theo-brandao-de-antr.pdf. Acesso em: 23 jul. 2021.

FARIAS, Mona Cleide Quirino da Silva; LIMA, Maria de Loudes. Mediações culturais e da informação no contexto dos folguedos alagoanos. Ibersid: Revista De Sistemas De Información Y Documentación. v. 8, p.137-141, 2014. Disponível em: https://www.ibersid.eu/ojs/index.php/ibersid/article/view/4161. Acesso em: 20 jul. 2021.

GARCÍA CANCLINI, Néstor. A globalização imaginada. São Paulo: Iluminuras, c2003.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. 12. ed. Rio de Janeiro: Lamparina, 2006.

KABENGELE, Daniela do Carmo; COELHO, Eduardo Faustino dos Santos; SIMONARD, Pedro. Trajetória de mestres de folguedos populares de Alagoas. Educon, Aracaju, v. 08, n. 01, p.8-12, set. 2014. Disponível em: http://anais.educonse.com.br/2014/trajetorias_de_mestres_de_folguedos_populares_de_alagoas.pdf. Acesso em: 18 jul. 2021.

LUDWIG, Antonio Carlos Will. Fundamentos e prática de metodologia científica. 2. ed. Petropólis: Vozes, 2012.

MOUROS. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2020. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title= Mouros & oldid=57342737. Acesso em: 15 jul. 2021.

OLIVEIRA, Albino. Chegança. In: Pesquisa Escolar. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, 2011. Disponível em: https://pesquisaescolar.fundaj.gov.br/pt-br/artigo/cheganca/. Acesso em: 10 jul. 2021.

Downloads

Publicado

20/12/2021

Como Citar

da Silva, J. J. M. ., dos Santos, W. C. ., & da Silva, T. C. . (2021). Informação, memória e identidade cultural: estudo de caso sobre a chegança em Alagoas. CADERNOS CÊNICOS, 3(5), 1–12. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/CadCenicos/article/view/13193

Edição

Seção

Artigos