REMOÇÃO DE RETENTOR INTRARRADIICULAR METÁLICO FUNDIDO FRATURADO COM O USO DE ULTRASSOM: RELATO DE CASO

Autores

  • Allana Rafaelly Barros Wanderley da Silva
  • Fernanda Freitas Lins
  • Adriana Pachêco de Oliveira
  • Inês Jacinto Inojosa
  • Maria Tereza Pedrosa de Albuquerque
  • Ana Luiza Lima
  • Samara Verçosa Lessa

Resumo

O cirurgião-dentista muitas vezes se depara com casos de insucessos do tratamento endodôntico, que necessitam de reintervenção endodôntica, onde muitas vezes para acessar o sistema de canais radiculares (SCR) necessitam realizar previamente a remoção de retentores intrarradiculares. Com o avanço da utilização do ultrassom em Endodontia, que tem como finalidade promover a limpeza do SCR, irrigação, remoção de coroas e retentores intrarradiculares e desobturação com maior segurança através da vibração da ponta por meio de ondas ultrassônicas, evitando assim a aplicação da força de tração, o presente trabalho tem como objetivo relatar um caso clinico de remoção de pino metálico fundido fraturado com o auxílio do ultrassom no segundo pré-molar inferior direito (45). O paciente compareceu ao consultório de um dos autores desse trabalho devido a fratura da coroa protética do elemento dentário 45, ao exame clinico radiográfico observou-se periodontite apical crônica associada ao tratamento endodôntico insatisfatório com presença de retentor intrarradicular fraturado. O tratamento de escolha foi a desobstrução do canal radicular com o uso do ultrassom para então a abordagem conservadora e reabilitação através de coroa protética. A conduta clinica foi o uso de ponta ultrassônica longa e de pequeno calibre com resfriamento, o pino metálico foi removido de maneira satisfatória, conservando estrutura dentária. O retratamento endodôntico foi realizado em sessão única utilizando instrumentos mecanizados em rotação contínua, irrigação abundante com hipoclorito de sódio a 2,5%, obturado e encaminhado para a confecção de uma coroa definitiva. Hoje o uso do ultrassom para a remoção de retentores intrarradiculares é o mais utilizado, pois permite um procedimento rápido, seguro e conservador.

Downloads

Publicado

13/08/2019