USO DE CORANTE OFTÁLMICO NA LOCALIZAÇÃO DE CANAIS RADICULARES

Autores

  • Vivian Cristina de Melo
  • Siying Chen
  • Luan Felipe de Azevedo Bento
  • Laura Jacira dos Santos Freire
  • Inês de Fátima de Azevedo Jacinto Inojosa
  • José Henrique Alves Sarmento
  • Suzanne Lima Brito

Resumo

A calcificação pulpar é uma condição relativamente comum, caracterizada radiograficamente pela redução significativa do espaço da câmara pulpar e da luz do canal radicular. O tratamento de canal é imprescindível em casos de contaminação bacteriana do tecido pulpar calcificado e, em situações como essa, a realização da abertura coronária é sempre um risco para um acidente clínico, como as perfurações que estão normalmente localizadas em lugares de difícil reparo, como a região cervical. Este trabalho tem como objetivo apresentar dois casos clínicos de necrose pulpar com calcificação da câmara pulpar em sua totalidade, onde a metodologia adotada consistiu na utilização do microscópio cirúrgico e de corante oftálmico à base de fluoresceína sódica. A inspeção com microscópio permitiu localizar os canais somente após aplicação do corante, indicando a embocadura do canal em razão do tecido pulpar tornar-se fluorescente na presença da luz azul do fotopolimerizador. O uso da fluoresceína sódica possibilitou localizar os canais, demonstrando ser um método seguro, de baixo custo e de simples execução para o tratamento de canais de dentes com calcificação pulpar, permitindo localizar os canais de forma conservadora, evitando desgastes desnecessários da estrutura dentária.

Downloads

Publicado

19/08/2019