Análise de artigos com tema near miss materno através do programa IRAMUTEQ

Autores

  • Jorge Luís de Souza Riscado Universidade Federal de Alagoas. Maceió (AL), Brasil https://orcid.org/0000-0002-7015-0798
  • Cecilia Antonieta Monteiro Araujo Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas
  • Laudemi José de Oliveira Universidade Federal de Alagoas. Maceió (AL), Brasil
  • Maria Lusia de Morais Belo Bezerra Universidade Federal de Alagoas, Arapiraca (AL), Brasil

DOI:

https://doi.org/10.28998/rpss.v5i2.10770

Resumo

Objetivo: identificar o foco das pesquisas brasileiras sobre o tema near miss materno nos últimos 6 anos. Método: análise, através do software IRAMUTEQ®, de corpus textual composto por discussões de 13 artigos com o temanear miss materno, de acordo com as variáveis região e tipo de estudo. Resultados: o corpus textual foi dividido pelo programa em 5 classes e foi identificado que os temas mais abordados nas pesquisas são: deficiências no sistema de saúde, a identificação do near miss materno, fatores maternos associados ao near miss, saúde mental, e fatores socioeconômicos. Conclusões: apesar de possuírem um grande papel em casos de near miss materno as relações; entre fatores raciais, econômicos e sociais das mulheres e a evolução de seus casos para near miss; ainda não são amplamente exploradas nos estudos. Foi identificado também que as pesquisas se concentram em regiões como: nordeste, sul e sudeste.

Biografia do Autor

Jorge Luís de Souza Riscado, Universidade Federal de Alagoas. Maceió (AL), Brasil

Doutor em Ciências - Saúde Pública - ENSP/FIOCRUZ (2009-2013). Possui Mestrado em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1992). Possui Licenciatura Plena em Psicologia e Graduação em Psicologia pela Universidade Celso Lisboa. Atualmente é Professor Associado IV da Universidade Federal de Alagoas. Professor Efetivo do Mestrado de Ensino em Saúde, com aporte na Pesquisa Qualitativa. Professor Efetivo do Mestrado Profissional em Estratégia da Saúde da Família. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Social e Saúde Pública, atuando principalmente nos seguintes temas: gênero masculino, raça/etnia, sexualidade, Aids, DST, comportamento sexual, prevenção e epidemiologia. E-mail: jorgeluisriscado@hotmail.com Consultor AD HOC para avaliação de projetos e relatórios de pesquisado PIBIC - Desde 2014

Cecilia Antonieta Monteiro Araujo, Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas

Estudante de Medicina da Universidade Federal de Alagaos - campus A.C. Simões

Laudemi José de Oliveira, Universidade Federal de Alagoas. Maceió (AL), Brasil

Graduando em Sistemas de Informação pelo Instituto de Computação da Universidade Federal de Alagoas. Pós-graduando em Especialização em Docência em Sistemas de Informação pelo Instituto A Vez do Mestre - AVM; Especialista em Saúde Pública pelo Instituto A Vez do Mestre - AVM. Bacharel em Administração pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEAC) da Universidade Federal de Alagoas; Técnico em Informática pela Faculdade de Tecnologia de Alagoas, com conhecimentos em pacote office (word, excel, powerpoint, access) e pacote libreoffice (writer, calc, impress, base), epi-info, spss, Blender 3D, Redes, HTML, CSS, JAVA, pspp, pyhton. Atualmente trabalha como monitor/bolsista voluntário no Laboratório do Programa Universidaids da FAMED/UFAL, participando de projetos de prevenção das dst/aids e uso/abuso de drogas, desenvolvendo ferramentas para pesquisas com aplicação de tablets, smartphones e internet e demais temas que promovam a prevenção das doenças sexualmente transmissíveis e aids.

Maria Lusia de Morais Belo Bezerra, Universidade Federal de Alagoas, Arapiraca (AL), Brasil

Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de Alagoas. Possui Graduação em Ciências Biológicas (Licenciatura) e Mestrado em Ciências, área de concentração Biotecnologia pela Universidade Federal de Alagoas. Tem Doutorado em Inovação Terapêutica pela Universidade Federal de Pernambuco. Desenvolve pesquisas e extensão com enfoque em Saúde Coletiva, Epidemiologia, Práticas educativas em saúde na escola e na comunidade, Ensino de Ciências e Biologia e Formação de professores/educadores. Atua no desenvolvimento e avaliação de material didático e estratégias educativas para o ensino básico e superior nas áreas de Ciências Biológicas e da Saúde. Atuou como coordenadora de área no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à docência - PIBID/UFAL/CAPES subprojeto Biologia.

Referências

Say L, Souza JP, Pattinson RC. Maternal near miss – towards a standard tool for monitoring quality of maternal health care. Best Pract Res Clin Obstet Gynaecol [Internet]. 2009 [cited 2020 mar 17]; 23: 287-96. Avaiable from: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S152169340900008X?via%3Dihub

Santana DS, Guida JPS, Pacagnella RC, Cecatti JG. Maternal near miss – understanding and applying the concept. Rev. Med. (São Paulo) [Internet]. 2018 [cited 2020 Mar. 27]; 97(2): 187-94. Available from:

http://www.revistas.usp.br/revistadc/article/view/143212/140793

Oliveira LC, da Costa AAR. Maternal near miss in the intensive care unit: clinical and epidemiological aspects. Rev. bras. ter. intensiva [Internet]. 2015 [cited 2020 Mar 17]; 27(3): 220-7. Avaiable from: https://www.scielo.br/pdf/rbti/v27n3/en_0103-507X-rbti-

pdf

Kami MTM, Larocca LM, Chaves MMN, Lowen IMV, de Souza VMP, Goto DYN. Working in the street clinic: use of IRAMUTEQ software on the support of qualitative research. Esc. Anna Nery [Internet]. 2016 [cited 2020 Apr 28]; 20(3): e20160069. Avaiable from: https://www.scielo.br/pdf/ean/v20n3/1414-8145-ean-20-03-20160069.pdf

Ramos MG, Lima VMR, Amaral-Rosa MP. Contribuições do software IRAMUTEQ para a Análise Textual Discursiva. In: Anais do 7º Congresso Ibero-Americano em Investigação Qualitativa; 2018 Jul 10-13; Fortaleza, CE. Fortaleza [Internet]: Atas CIAIQ; 2018 [citado 2020 Apr 28] p. 505-14. Disponível em: https://proceedings.ciaiq.org/index.php/ciaiq2018/article/view/1676/1628

Souza MAR, Wall ML, Thuler ACMC, Lowen IMV, Peres AM. The use of IRAMUTEQ software for data analysis in qualitative research. Rev. Esc. Enferm. USP [Internet]. 2018 [cited 2020 Apr 28]; 52: e0335. Avaiable from: https://www.scielo.br/pdf/reeusp/v52/1980-220X-reeusp-52-e03353.pdf

Gavasso MSB, Fernandes JSG, Andrade MS. Revisão sistemática de estudos sobre habilidades sociais: avaliação e treinamento. Ciênc. Cogn. [periódico na Internet]. 2016 [citado 2020 abr. 28]; 21(1): 52-8. Disponível em: http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/1050

Milhomem PM, Mariano AM, Almeida VCFR, Aprá GN, Monteiro SBS. Uso do software IRaMuTeQ para tomada de decisão em priorização de problemas. In: Anais do IX Congresso Brasileiro de Engenharia de Produção; 2019 Dec 04-06; Ponta Grossa, PR. Rio de Janeiro [Internet]: ABEP; 2019 [citado 2020 abr. 28]. Disponível em: http://aprepro.org.br/conbrepro/2019/anais/arquivos/09302019_230931_5d92b5977a31f.p

df

Dias MAB, Domingues RMSM, Schilithz AOC, Nakamura-Pereira M, Diniz CSG, Brum IR, et al. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 30 Sup:S1-S12, 2014S1Incidence of maternal near miss in hospital childbirth and postpartum: data from the Birth in Brazil study. Cad. Saúde Pública. [Internet]. 2014 [cited 2020 jan. 31]; 30(1): 169-81. Available from: https://www.scielosp.org/article/csp/2014.v30suppl1/S169-S181/

De Souza MAC, de Souza THSC, Gonçalves AKS. Fatores determinantes do near miss materno em uma unidade de terapia intensiva obstétrica. Rev. Bras. Ginecol. Obstet,. [periódico na Internet]. 2015 [citado 2020 abr. 17]; 37(11):498-504. Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-

&lng=en&nrm=iso

Rosendo TMSS, Roncalli AG. Prevalência e fatores associados ao Near Miss Materno: inquérito populacional em uma capital do Nordeste Brasileiro. Ciênc. saúde coletiva [periódico na Internet]. 2015 [citado 202 jan. 31]; 20(4): 1295-1304. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232015000401295&lng=en&nrm=iso

Vidal CELV, de Carvalho MAB, Grimaldi IR, dos Reis MC, Baêta MCN, Garcia RB, et al. Morbidade materna grave na microrregião de Barbacena/MG. Cad. Saúde colet. [periódico na Internet]. 2016 [citado 2020 abr. 17]; 24(2):131-8. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/cadsc/v24n2/1414-462X-cadsc-24-2-131.pdf

Martins AL. Near miss e mulheres negras. Saude soc. [periódico na Internet]. 2016 [citado 2020 jan. 21]; 25(3): 573-88. Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-

&lng=pt&nrm=iso

Rosendo TMSS, Roncalli AG. Near miss materno e iniquidades em saúde: análise de determinantes contextuais no Rio Grande do Norte, Brasil. Ciênc. saúde coletiva [periódico na Internet]. 2016 [citado 2020 Mar 30]; 21(1): 191-201. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csc/v21n1/1413-8123-csc-21-01-0191.pdf

Rudey EL, Cortez LER, Yamaguchi MU. Identificação de near miss materno em unidade de terapia intensiva. Rev. Saúde e pesquisa, maringá [periódico na Internet]. 2017 [citado 2020 Mar 17]; 10(1): 145-55. Disponível em: https://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/saudpesq/article/view/5813/3015

Silveira MS, Gurgel RQ, Barreto IDC, Trindade LMDF. A depressão pós-parto em mulheres que sobreviveram à morbidade materna grave. Cad. saúde colet. [periódico na Internet]. 2018 [citado 2020 jan. 21]; 26(4): 378-83. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-

X2018000400378&lng=en&nrm=iso

Silveira MS, Gurgel RQ, Barreto IDC, Galvão LPL, Vargas MM. Severe Maternal Morbidity: post-traumatic suffering and social support l. Rev. Bras. Enferm. [Internet]. 2018 [cited 2020 apr. 17]; 71(5) :2139-45. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672018001102139&lng=pt&nrm=iso

Santos IDL, Medeiros FF, Ferrari RAP, Serafim D, Maciel SM, Cardelli AAM. Maternal near-miss in labor and delivery in the light of technologies in health. Rev. esc. enferm. USP [Internet]. 2018 [cited 2020 jan. 21]; 52: e03409. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342018000100493&lng=en&nrm=iso

Silveira MS, Galvão LPL, Gurgel RQ, Barreto IDC, Vargas MM. Ansiedade e Depressão na Morbidade Materna Grave e Near Miss. Psic.: Teor. e Pesq., Brasília [periódico na Internet]. 2019 [citado 2020 jan. 30]; 35: e35442. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-

&lng=en&nrm=iso

Carvalho BAS, Andrade AGBF, Dantas AS, Figueiredo IM, Silva JA, Rosendo TS, et al. Temporal trends of maternal near missin Brazil between 2000 and 2012. Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. [Internet]. 2019 [cited 2020 jan. 21]; 19(1): 115-24. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292019000100115&lng=en&nrm=iso

Campos CJG. Métodos de análise de conteúdo: ferramenta para a análise de dados quantitativos no campo da saúde. Rev. Bras. Enferm. [periódico na Internet]. 2004 [citado 2020 abr. 28]; 57(5): 611-4. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/reben/v57n5/a19v57n5.pdf

Camargo BV, Justo AM. Tutorial para uso do software de análise textual IRAMUTEQ. Universidade Federal de Santa Catarina [Internet]. 2016 [citado 2020 Mai 01]. Disponível em: http://www.iramuteq.org/documentation/fichiers/Tutorial%20IRaMuTeQ%20em%20port

ugues_17.03.2016.pdf

Reinert, M. Alceste une méthodologie d’analyse des donnés textuelles et une application: Aurelia de Gerard de Nerval. Bulletin of Sociological Methodology 1990; 26(1): 24-54. Doi: 10.1177/075910639002600103

Amaral E, Souza JP, Surita F, Luz AG, Sousa MH, Cecatti JG, et al. A Population-Based Surveillance Study on Severe Acute Maternal Morbidity (Near-Miss) and Adverse Perinatal Outcomes in Campinas, Brazil: The Vigimoma Project. BMC Pregnancy Childbirth [Internet]. 2011 [cited 2020 Apr 27]; 11(9). Avaiable from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3032755/pdf/1471-2393-11-9.pdf

Figueiredo PP, Rossoni E. O acesso à assistência pré-natal na atenção básica à saúde sob a ótica das gestantes. Revista gaúcha de enfermagem [Internet]. 2008 [citado 2020 abr. 27]; 29 (2): 238-45. Disponível em:

https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/23595/000661997.pdf?sequence=1&isAllowed=y

World Health Organization, Department of Reproductive Health and Research. Evaluating the quality of care for severe pregnancy complications: The WHO near-miss approach for maternal health [Internet]. Geneva: WHO; 2011 [cited 2020 abr 27]. Avaiable from:

https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/44692/9789241502221_eng.pdf?sequence=1

Association of Women’s Health, Obstetric and Neonatal Nurses. Mood and anxiety disorders in pregnant and postpartum women. JOGNN [Internet]. 2015 [cited 2020 Apr 27]; 44(5): 687-9. Avaiable from: https://www.jognn.org/action/showPdf?pii=S0884-

%2815%2935319-3

Souza JP, Cecatti JG, Parpinelli MA, Sousa MH, Lago TG, Pacagnella RC, et al. Maternal morbidity and near miss in the community: findings from the 2006 Brazilian demographic health survey. BJOG [Internet]. 2010 [cited 2020 Apr 27]; 117(13): 1586-92. Avaible from: https://obgyn.onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1111/j.1471-0528.2010.02746.x

Downloads

Publicado

13/10/2020

Como Citar

Riscado, J. L. de S., Araujo, C. A. M., de Oliveira, L. J., & Bezerra, M. L. de M. B. (2020). Análise de artigos com tema near miss materno através do programa IRAMUTEQ. Revista Portal: Saúde E Sociedade, 5(2), 1455–1465. https://doi.org/10.28998/rpss.v5i2.10770

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)