O Papel do Setor de Gestão de Pessoas na Percepção das Demais Áreas de uma Unidade de Saúde de Maceió

Autores

  • Rosane Souza Lira Canuto Secretaria de Estado da Saúde (Sesau)
  • Carmen Eurydice Calheiros Gomes Ribeiro Universidade Federal de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.28998/rpss.v1i1.2378

Resumo

A Gestão de Pessoas vem passando por constante processo de transformação, seja no setor público ou privado e dentro deste contexto, o objetivo principal deste trabalho foi diagnosticar o papel do setor de gestão de pessoas na percepção das demais áreas de uma unidade de saúde do município de Maceió/Alagoas. Trata-se de uma pesquisa quantitativa, descritiva e transversal, em que foram aplicados questionários estruturados, abrangendo deste modo, todos os servidores da unidade de saúde. O presente trabalho permite concluir que existe entendimento do papel do setor de Gestão de Pessoas e aponta a falta ou necessidade de melhorias nas políticas relativas à segurança no trabalho e às boas condições de trabalho.

Biografia do Autor

Rosane Souza Lira Canuto, Secretaria de Estado da Saúde (Sesau)

Graduada em Odontologia pela Faculdade de Odontologia de Pernambuco - UPE (1987). Especialista em Formação Integrada Multiprofissional em Educação Permanente em Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRS, Especialista em Gestão da Clínica nas Regiões de Saúde pelo Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio Libanês (2013), Especialista em Gestão do Trabalho e Educação em Saúde pela Universidade Federal de Alagoas /UFAL(2011)). Pertence ao quadro de servidores da Secretaria de Estado da Saúde do Estado de Alagoas, exercendo suas atividades laborais no Hospital Geral do Estado de Alagoas (HGE), respondendo pelo Serviço de Desenvolvimento e Educação de Pessoas (SDEP/HGE).

Downloads

Publicado

10/11/2020

Como Citar

Canuto, R. S. L., & Ribeiro, C. E. C. G. (2020). O Papel do Setor de Gestão de Pessoas na Percepção das Demais Áreas de uma Unidade de Saúde de Maceió. Revista Portal: Saúde E Sociedade, 1(1), 18–26. https://doi.org/10.28998/rpss.v1i1.2378

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL