PERCEPÇÃO DE ENFERMEIROS SOBRE A PRÁTICA DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE

Autores

  • Flávia Romênia Silva Araújo Centro Universitário Tiradentes
  • Mariane Ferreira do Espirito Santo Centro Universitário Tiradentes
  • Aldrya ketly Pedrosa Centro Universitário Tiradentes e Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas.
  • Luciana de Melo Mota Centro Universitário Tiradentes.

DOI:

https://doi.org/10.28998/rpss.v5i1.9174

Resumo

Objetivo: Compreender a percepção dos enfermeiros bem como as dificuldades e facilidades a respeito da educação em saúde como forma de promoção à saúde. Método: Estudo exploratório, explicativo com abordagem qualitativa, realizado nas unidades do 8º distrito sanitário na cidade de Maceió – AL, com uma amostra de 8 profissionais enfermeiros. Para análise dos dados, utilizou-se o método de análise de conteúdo de Bardin com enfoque análise temática. Resultados: Surgiram quatro categorias, na primeira os profissionais relataram que a prática de educação em saúde é importante para redução de danos. Na segunda categoria foram identificadas as dificuldades para a realização, já na terceira categoria foram elencadas as facilidades para execução e a última categoria mostrou como estão sendo efetivadas as atividades, que na sua maioria é feito de forma individualizada. Conclusão: Os enfermeiros dos serviços de saúde conhecem e entendem a importância e a necessidade da realização de uma educação em saúde, para divulgar as práticas preventivas para diminuir danos.

Downloads

Publicado

14/06/2020

Como Citar

Araújo, F. R. S., do Espirito Santo, M. F., Pedrosa, A. ketly, & Mota, L. de M. (2020). PERCEPÇÃO DE ENFERMEIROS SOBRE A PRÁTICA DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE. Revista Portal: Saúde E Sociedade, 5(1), 1315–1327. https://doi.org/10.28998/rpss.v5i1.9174

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)