Mapeamento das Pesquisas sobre Sala de Aula Invertida Envolvendo Conteúdos Matemáticos do Ensino Fundamental

Autores

Palavras-chave:

Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação, Sala de aula invertida, Ambiente virtual de aprendizagem, Metodologias ativas

Resumo

A metodologia sala de aula invertida no Brasil vem ganhando força nos últimos cinco anos (2017 - 2021), haja vista pela quantidade de trabalhos de dissertação e teses em diferentes programas de pós-graduação. Nesse sentido, buscou analisar e catalogar as dissertações de mestrado e teses de doutorado publicadas sobre a utilização da metodologia sala de aula invertida no contexto do ensino fundamental produzidas no Brasil, produzindo assim um levantamento bibliográfico. Para construir esse trabalho, concentram-se os esforços em produções que estavam online no banco da CAPES, fazendo um mapeamento de 14 dissertações. Os resultados dessas pesquisas apontaram que os dois ambientes virtuais de aprendizagem mais utilizados foram o Google Classroom ou Google Sala de Aula e a plataforma Khan Academy. O aplicativo mais utilizado foi o WhatsApp. Ao utilizar a metodologia sala de aula invertida os professores estão proporcionando aos estudantes a utilização das ferramentas das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação para que os mesmos possam desenvolver as suas próprias trilhas de autonomia no processo de aprendizagem, pois a metodologia sala de aula invertida pode despertar nos discentes o interesse de construírem a sua própria trilha do seu conhecimento.

 

Referências

ALMEIDA, Braian Lucas Camargo. Possibilidades e Limites de uma Intervenção Pedagógica Pautada na Metodologia da Sala de Aula Invertida para os Anos Finais do Ensino Fundamental. 2017. 136 f. Dissertação (Mestrado em Matemática) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2017. Disponível em: <https://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3035> Acessado em: 06 set. 2022.

ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini de; VALENTE José Armando. Tecnologias e Currículo: trajetórias convergentes ou divergentes? São Paulo. Paulus. 2011.

ANDRADE, Ana Paula Rocha de. O uso das Tecnologias na Educação: computador e internet. 2011. 22f. Monografia – Consórcio Setentrional de Educação a Distância, Universidade de Brasília e Universidade Estadual de Goiás, Brasília, 2011. Disponível em: <https://bdm.unb.br/bitstream/10483/1770/1/2011_AnaPaulaRochadeAndrade.pdf>. Acessado em 15 jan. 2022.

BERGMANN, Jonathan; SAMS, Aaron. Sala de Aula Invertida: uma metodologia ativa de aprendizagem. 1. ed., Rio de Janeiro: LTC, 2021.

BEZERRA, Gustavo Guimarães. A Sala de Aula Invertida como Possibilidade de Apropriação Conceitual da Função Polinomial do 1º Grau no 9º ano: uma proposta para as escolas municipais de Teresina. 2020. 66 f. Dissertação (Mestrado em Matemática) - Universidade Estadual do Piauí, Teresina, 2020. Disponível em: <https://sca.profmat-sbm.org.br/profmat_tcc.php?id1=5664&id2=171053093>. Acessado em: 06 set. 2022.

BOTELHO, Daniela Alonso. Sala de Aula Invertida em Tempos de Pandemia: uma proposta para o ensino dos princípios multiplicativo e aditivo. 2020. 211 f. Dissertação (Mestrado em Matemática) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Campos dos Goytacazes, 2020. Disponível em: <https://sca.profmat-sbm.org.br/profmat_tcc.php?id1=5911&id2=171052977>. Acessado em: 06 set. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf>. Acesso em: 11 jan. 2022.

BRITO, Alysson Rangel Sousa. Sala de Aula Invertida: uma proposta para o ensino e aprendizagem matemática no ensino fundamental anos finais. 2020. 72 f. Dissertação (Mestrado em em Ensino de Matemática.) - Universidade Estadual do Maranhão, São Luís, 2020. Disponível em: <https://repositorio.uema.br/jspui/handle/123456789/1304>. Acessado em: 06 set. 2022.

CALHEIROS, Kéliton José da Matta. Colaboração na Metodologia da Sala de Aula Invertida: apoiando a comunicação no ensino de geometria. 2019. 126 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) - Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2017. Disponível em: <https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/11149>. Acessado em: 06 set. 2022.

FREIRE, Karine Xavier. UCA: um computador por aluno e os impactos sociais e pedagógicos. Anais do IX Congresso Nacional de Educação e III Encontro Sul Brasileiro de Psicopedagogia. Curitiba-PR, 2009, p. 5889-5899. Disponível em: <https://educere.bruc.com.br/cd2009/pdf/2633_1845.pdf>. Acesso em: 12 jan. 2022.

GARCIA, Gabriele Lopes. Sala de Aula Invertida: uma metodologia ativa no ensino de matemática para os anos finais do ensino fundamental. 2021. 157 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Matemática) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2021. Disponível em: <http://guaiaca.ufpel.edu.br/handle/prefix/7590>. Acessado em: 06 set. 2022

HONÓRIO, Hugo Luiz Gonzaga. Sala de Aula Invertida: uma abordagem colaborativa na aprendizagem de matemática. 2017. 93 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) - Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2017. Disponível em: <https://repositorio.ufjf.br/jspui/bitstream/ufjf/4783/1/hugoluizgonzagahonorio.pdf>. Acessado em: 06 set. 2022.

KENSKI, Vani Moreira. Educação e Tecnologias: o novo ritmo da informática. Campinas – SP, Papirus, 2007.

MACIEL, Letícia Carvalho. Educação Financeira e Sala de Aula Invertida: uma proposta para os anos finais do ensino fundamental. 2021. 216 f. Dissertação (Mestrado em Matemática) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Campos dos Goytacazes, 2021. Disponível em: <https://sca.profmat-sbm.org.br/profmat_tcc.php?id1=6004&id2=171054640>. Acessado em: 06 set. 2022.

MATOS, Vinícius Costa. Sala de Aula Invertida: uma proposta de ensino e aprendizagem em matemática. 2018. 142 F. Dissertação (Mestrado em Matemática) - Universidade de Brasília, Brasília, 2018. Disponível em: <https://repositorio.unb.br/handle/10482/34987>. Acessado em: 06 set. 2022.

MÉLO, Eliane Machado de. Estratégias Pedagógicas Para Aprender Matemática no Ensino Fundamental com a Sala de Aula Invertida em uma Escola Rural. 2021. 106 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) - Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2021. Disponível em: <http://guaiaca.ufpel.edu.br/handle/prefix/8371>. Acessado em: 06 set. 2022.

MURARO, Maria Izabel. Sala de Aula Invertida nas Aulas de Matemática no Ensino Fundamental - Anos Iniciais. 2019. 85 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2019. Disponível em: <https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/64314>. Acessado em: 06 set. 2022.

SCOLARO, Joelma Kominkiewicz. Sala de Aula Invertida: ensinagem dos sistemas de equações polinomiais do 1º grau no oitavo ano do Ensino Fundamental. 2020. 104 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) - Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, 2020. Disponível em: <http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/1951>. Acessado em: 06 set. 2022.

SOUSA, Francisco Ulisses da Silva. Ensino e Aprendizagem de Proporcionalidade por meio da Metodologia Sala de Aula Invertida Adaptada ao Ensino Remoto. 2021. 191 f. Dissertação (Mestrado em Matemática) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Campos dos Goytacazes, 2021. Disponível em: <https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=11337356>. Acessado em: 06 set. 2022.

TOBIAS, Petrina Rúbria Nogueira Avelar. Sala de Aula Invertida na Educação Matemática: uma experiência com alunos do 9º ano no ensino de proporcionalidade. 2018. 168 f. Dissertação (Mestrado em Educação e Docência) - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2018. Disponível em: <https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/BUOS-B2ZNH5>. Acessado em: 06 set. 2022.

VALENTE, José Armando. A Comunicação e a Educação baseada no uso das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação. Revista UNIFESO: humanas e socias, v. 1, p. 141-166, 2014. Disponível em: <https://www.unifeso.edu.br/revista/index.php/revistaunifesohumanasesociais/article/view/17/24>. Acessado em: 06 out. 2022.

VALENTE, José Armando. A Sala de Aula Invertida e a Possibilidade do Ensino Personalizado: uma experiência com a graduação em midialogia. In: MORAN, J. M.; BACICHI, L. (org.). Metodologias Ativas para uma Construção Inovadora: uma abordagem teórico-prática. Porto Alegre: Penso, 2018. p. 26-44.

ZACARIOTTI, Marluce; SOUSA, José Luis dos Santos. Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação como Recurso de Mediação Pedagógica. Revista Observatório, v. 5, n. 4, p. 613-633, jul./set. 2019. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.20873/uft.2447-4266.2017v5n4p613>. Acesso em: 12 jan. 2022.

Downloads

Publicado

03/12/2022

Como Citar

Carvalho de Menezes, D., Medeiros de Carvalho, A., & José de Souza Junior, A. . (2022). Mapeamento das Pesquisas sobre Sala de Aula Invertida Envolvendo Conteúdos Matemáticos do Ensino Fundamental. Revista Diálogos Em Educação Matemática, 1(1), e202204. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/redemat/article/view/14440