Turismo de experiência e artesanato: um estudo sobre a produção artesanal em Capela Nova – MG

Autores

  • André Luís Martin Araújo Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais
  • Robson de Santana Silva Egresso do Curso Superior de tecnologia do Insituto Federal do Sudeste de Minas Gerais - Campus Barbacena;
  • Renata Silva Santos Camargo Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais

Palavras-chave:

Turismo de experiência- Regionalização do Turismo - Artesanato – Renda

Resumo

Resumo: O presente artigo teve como objetivo identificar as possibilidades e limitações existentes em torno da produção artesanal existente no município de Capela Nova – MG, a partir da análise do artesanato local enquanto possível recurso turístico capaz de agregar valor à oferta regional. Para tanto, realizou-se uma pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa e entrevistas estruturadas. Dada a importância do assunto e com base no número de artesãs que deixaram de produzir seus trabalhos artesanais, realizou-se também entrevistas com as ex-artesãs e com um fornecedor local de matéria prima. Dentre os achados, identificaram-se as oportunidades em torno da produção artesanal de tear, única na região do Circuito Turístico de Villas e Fazendas de Minas, bem como a receptividade das artesãs em futuramente oferecer o turismo de experiência, uma vez que estas reconhecem no mesmo uma possibilidade de aumento de suas vendas e continuidade de suas atividades. Entre as limitações, foram identificados o baixo nível de renda e a baixa escolaridade das artesãs, o que sugere a necessidade de maior apoio do poder público municipal para o desenvolvimento do turismo.

Biografia do Autor

André Luís Martin Araújo, Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais

Possui graduação em Turismo pelo Centro Universitário Newton Paiva (2002), especialização em Administração Hoteleira pela Universidade Federal de Juiz de Fora e Senac - MG e Mestrado em Turismo e Meio Ambiente pelo Centro Universitário Una. Atualmente é professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais - Campus Barbacena. Atua como coordenador do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo e leciona neste e no Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental.

Robson de Santana Silva, Egresso do Curso Superior de tecnologia do Insituto Federal do Sudeste de Minas Gerais - Campus Barbacena;

Tecnólogo em Gestão de Turismo pelo Insituto Federal do Sudeste de Minas Gerais - Campus Barbacena;

Renata Silva Santos Camargo, Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais

Doutora em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Juiz de Fora - MG, Mestre em Hospitalidade pela Universidade Anhembi Morumbi - SP, Especialista em Administração Hoteleira pelo SENAC, unidade Barbacena e UFJF e Bacharel em Turismo, pela Faculdade de Turismo de Santos Dumont. Professora efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais, campus Barbacena, onde atua em disciplinas diversas nos cursos Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo e Técnico em Hospedagem Integrado ao Ensino Médio. Tem experiência na Área de Turismo, Organização de Eventos, Hospitalidade, Hotelaria e Educação. É vice coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo.

Downloads

Publicado

03/06/2020

Edição

Seção

Artigos