As trocas de acusações entre intelectuais na controvérsia pública acerca das cotas raciais.

Luiz Augusto de Souza Carneiro de Campos

Resumo


O artigo discute as acusações de impostura intelectual presentes em alguns dos textos que compõem a alcunhada controvérsia das cotas raciais. Publicados na imprensa brasileira e assinados por cientistas sociais, tais textos servem de base para uma discussão sobre os processos de legitimação da figura do "intelectual público" na nossa sociedade. Tradicionalmente, o “intelectual” é visto como aquele personagem social que tenta converter um prestígio propriamente cultural em autoridade política. Nessa condição de mediador, o intelectual é freqüentemente convertido em alvo de crítica, seja por não se engajar suficientemente na política, seja por se submeter em demasia a ela. Inventariar essas críticas é uma forma de entender melhor os valores morais que norteiam o engajamento político do intelectual na esfera pública brasileira.


Texto completo:

PDF







 

                                  Resultado de imagem para doajResultado de imagem para ibict