Artificial intelligence in movies: the potential for critical linguistic education

potencialidades para a educação linguística crítica

Authors

DOI:

https://doi.org/10.20952/jrks3114007

Abstract

Artificial intelligence is a term which has been massively associated with futuristic and innovative atmospheres. However, this is not a recent topic, since its origins date back to the first half of the 20th century. In face of that, this paper aims to explore meanings that have been made regarding artificial intelligence in cinematographic works to discuss possibilities of working with that topic in critical language education. We have decided to reflect upon the representation of artificial intelligence in films in the context of language as a means to think about how movies impact the process of meaning-making concerning technologies, especially those devices managed by artificial intelligence. In this direction, this article is characterized as a qualitative analysis developed through documentary research focused on films about artificial intelligence. The results point, in general, to an emphasis on robots as well as on futuristic cities highly equipped with state-of-the-art technologies.

Author Biographies

Jefferson do Carmo Andrade Santos, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, Sergipe, Brasil.

A inteligência artificial é uma expressão massivamente atrelada a atmosferas futuristas e de inovação. No entanto, essa não é uma temática originada recentemente, uma vez que as suas origens datam de meados da primeira metade do século XX. Diante disso, este artigo pretende explorar sentidos que têm sido construídos em torno de temas sobre inteligência artificial em obras cinematográficas para discutir sobre possibilidades de trabalho com essa temática na educação linguística crítica. A escolha por pensar a inteligência artificial em filmes no contexto das línguas(gens) surgiu como meio para pensar de que forma essas obras tencionam a construção de sentidos sobre tecnologias, nesse caso, as que envolvem a inteligência artificial. Nessa direção, este artigo caracteriza-se como uma análise qualitativa desenvolvida por meio de pesquisa documental focada em filmes que versam sobre inteligência artificial. Os resultados apontam, em geral, para a ênfase em robôs e em cidades do futuro altamente equipadas com tecnologias de última geração.

Paulo Boa Sorte, Federal University of Sergipe. São Cristóvão, Sergipe

A inteligência artificial é uma expressão massivamente atrelada a atmosferas futuristas e de inovação. No entanto, essa não é uma temática originada recentemente, uma vez que as suas origens datam de meados da primeira metade do século XX. Diante disso, este artigo pretende explorar sentidos que têm sido construídos em torno de temas sobre inteligência artificial em obras cinematográficas para discutir sobre possibilidades de trabalho com essa temática na educação linguística crítica. A escolha por pensar a inteligência artificial em filmes no contexto das línguas(gens) surgiu como meio para pensar de que forma essas obras tencionam a construção de sentidos sobre tecnologias, nesse caso, as que envolvem a inteligência artificial. Nessa direção, este artigo caracteriza-se como uma análise qualitativa desenvolvida por meio de pesquisa documental focada em filmes que versam sobre inteligência artificial. Os resultados apontam, em geral, para a ênfase em robôs e em cidades do futuro altamente equipadas com tecnologias de última geração.

Emanuelle Silveira Nunes Barros, Universidade Federal de Sergipe

A inteligência artificial é uma expressão massivamente atrelada a atmosferas futuristas e de inovação. No entanto, essa não é uma temática originada recentemente, uma vez que as suas origens datam de meados da primeira metade do século XX. Diante disso, este artigo pretende explorar sentidos que têm sido construídos em torno de temas sobre inteligência artificial em obras cinematográficas para discutir sobre possibilidades de trabalho com essa temática na educação linguística crítica. A escolha por pensar a inteligência artificial em filmes no contexto das línguas(gens) surgiu como meio para pensar de que forma essas obras tencionam a construção de sentidos sobre tecnologias, nesse caso, as que envolvem a inteligência artificial. Nessa direção, este artigo caracteriza-se como uma análise qualitativa desenvolvida por meio de pesquisa documental focada em filmes que versam sobre inteligência artificial. Os resultados apontam, em geral, para a ênfase em robôs e em cidades do futuro altamente equipadas com tecnologias de última geração.

Published

15/08/2022