A CONTRIBUIÇÃO DOS PRECEPTORES RELACIONADA AO CONTROLE SOCIAL NA FORMAÇÃO DOS DISCENTES NA ATENÇÃO BÁSICA

Autores

  • Eladja Oliveira Santos Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas
  • Josineide Francisco Sampaio Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas
  • Jairo Calado Cavalcante Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas

Resumo

Objetivo: O presente artigo tem o objetivo de identificar os estudos publicados no Brasil sobre as contribuições da preceptoria para formação de estudantes na área da saúde com foco no controle social. Método: Trata-se de uma pesquisa quati-qualitativa. Os dados foram coletados nas bases de dados da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), identificadas as publicações do período entre os anos de 2009 a 2018, sendo selecionados dez arquivos de acordo com o objetivo do estudo e a utilização dos critérios de inclusão definidos previamente. A parte quantitativa é apresentada sob a forma de valores absolutos e relativos. Para tabulação das frequências simples foi usado o EpiInfo 7.2.2. Os Intervalos de Confiança Exatos (ICE) foram construídos pelo programa Epidat versão 3.1. Resultados: Os estudos apontam fragilidade no planejamento e na integração entre serviço e instituições de ensino, e que o controle social tem sido pouco trabalhado com os estudantes da graduação, embora os estudos com residentes tenham apontado uma aproximação com o tema. Também identificou que o preceptor é visto como fundamental nessa formação, mesmo sem incentivo para exercer a preceptoria. Conclusão: O controle social é pouco discutido na formação. É importante salientar que o tema é recente no Brasil, porém importante para o fortalecimento da política de saúde.

Biografia do Autor

Eladja Oliveira Santos, Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas

Assistente social, mestrada do Mestrado Profissional Ensino na Saúde - MEPS/UFAL.

Autor correspondente: Conjunto Graciliano Ramos, Rua 50, quadra J5, nº126. Cidade Universitária. CEP: 5700-320

Josineide Francisco Sampaio, Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas

Doutora em Saúde Pública pela ENSP/FIOCRUZ, Profª. da Faculdade de Medicina - FAMED/ UFAL

 

Jairo Calado Cavalcante, Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas

Especialista em epidemiologia ENSP/FIOCRUZ, Profº. da Faculdade de Medicina - FAMED/UFAL

 

Downloads

Publicado

12/01/2020

Como Citar

Santos, E. O., Sampaio, J. F., & Cavalcante, J. C. (2020). A CONTRIBUIÇÃO DOS PRECEPTORES RELACIONADA AO CONTROLE SOCIAL NA FORMAÇÃO DOS DISCENTES NA ATENÇÃO BÁSICA. Revista Portal: Saúde E Sociedade, 4(3), 1181–1193. Recuperado de https://www.seer.ufal.br/index.php/nuspfamed/article/view/8839

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)