Mortalidade de Crianças por Acidentes de Trânsito

Autores

  • Priscilla Montalvão de Freitas
  • Tássia Soraya Araújo Paixão
  • Jairo Calado Cavalcante
  • Waneska Alexandra Alves
  • Divanise Suruagy Correia

DOI:

https://doi.org/10.28998/rpss.v3i2.6236

Resumo

Objetivo: Analisar a mortalidade de crianças de 0 a 9 anos de idade no trânsito da cidade de Maceió, entre os anos de 2001 a 2010. Métodos: Estudo epidemiológico realizado com dados secundários sobre mortalidade (DATASUS) da cidade de Maceió. Os dados foram analisados pelo programa Epi Info 3.5.6, tendo como variável independente mortes de crianças pedestres e dependentes sexo, faixa etária e ano. Usou-se como medidas estatísticas Odds, com IC=95%. Resultados: Ocorreram 77 óbitos por acidente de trânsito, na faixa etária estudada nos anos de 2001-2010, observando-se tendência à redução no número de óbitos. A maior prevalência de morte é decorrente dos acidentes com pedestres, (62,3%) dos óbitos e no sexo masculino, (64,93%), apesar do risco de morte de um pedestre do sexo feminino ser semelhante ao risco de um pedestre do sexo masculino (OR=0,82; IC 95% 0,28-2,38). Crianças menores de 5 anos apresentam menor risco de morrer como pedestres que crianças dos 5 aos 9 anos (OR=0,44; IC 95%= 0,15-1,28). Conclusão: Observa-se na cidade de Maceió uma redução progressiva no número de óbitos de crianças por acidentes de trânsito ao longo dos anos, entretanto, os números ainda são altos o que mostra necessidade de investimento em medidas preventivas principalmente em crianças como pedestres

Downloads

Publicado

12/10/2018

Como Citar

Freitas, P. M. de, Araújo Paixão, T. S., Cavalcante, J. C., Alves, W. A., & Correia, D. S. (2018). Mortalidade de Crianças por Acidentes de Trânsito. Revista Portal: Saúde E Sociedade, 3(2), 817–830. https://doi.org/10.28998/rpss.v3i2.6236

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>