Diagnóstico e etiologia de mastite subclínica em caprinos leiteiros

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/rca.v16i0.6602

Resumo

A caprinocultura é uma atividade com relevante importância socioeconômica para a região Nordeste brasileira, sendo praticada, principalmente, por pequenos produtores e em propriedades características de agricultura familiar. A quantidade e qualidade do leite é influenciada por parâmetros zootécnicos, especialmente por meio da sanidade dos animais. Assim, aspectos microbiológicos são importantes para com a prevenção e controle de enfermidades como a mastite subclínica. Diante disso, objetivou-se por meio desse trabalho o diagnóstico da etiologia de mastite subclínica em caprinos leiteiros no Estado de Alagoas. Foram colhidas de forma aleatória, 200 amostras de leite procedentes de 100 cabras em diferentes estágios de lactação oriundas de uma propriedade leiteira do município de Coité do Nóia no estado de Alagoas, Brasil. Os animais eram da raça Saanen, Toggenburg, Parda Alpina e mestiços, em diferentes graus de sangue criados de forma intensiva. Para o diagnóstico da mastite subclínica foi aplicado o California Mastitis Test (CMT). Para o exame microbiológico foram coletados individualmente dos antímeros mamários um volume de 10 ml em frascos com tampa rosqueável, esterilizados e previamente identificados com o número do animal. O isolamento bacteriano foi realizado através de plaqueamento em Ágar base acrescido de sangue ovino a 5%. Por meio das análises foi observado que Staphylococcusspp. foi o micro-organismo predominante como agente etiológico de mastite subclínica.

 

Biografia do Autor

Alana Ferreira Barros, UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

Mestranda em inovação e tecnologia integradas a medicina veterinaria/PPGMV- Viçosa.

Área: inovação e tecnologia integradas a medicina veterinaria para o desenvolvimento regional.

 

Referências

ACOSTA, A. C.; DA SILVA, L. B. G.; MEDEIROS, E. S.; PINHEIRO-JUNIOR, J. W.; MOTA, R. A. Mastites em ruminantes no Brasil. Pesquisa Veterinária Brasileira, 2016, 36, 565-573.

ALMEIDA, J. F.; AQUINO, M. H. C.; MAGALHÃES, H.; NASCIMENTO, E. R.; PEREIRA, V. L. A.; FERREIRA, T.; MARRETO, M. L. Principais alterações no leite por agentes causadores de mastite no Rebanho caprino dos estados de minas gerais e rio de janeiro. Arquivos do Instituto Biológico, 2013, 80 13-18.

MONTE, D. F. M.; LOPES JUNIOR, W. D.; OLIVEIRA, C. J. B.; DE MOURA, F. P. Indicadores de qualidade microbiológica de leite caprino produzido na Paraíba. Agropecuária Científica do Semiárido, 2017, 12, 354-358.

SALABERRY, S. R. S.; SAIDENBERG, A. B. S.; ZUNIGA, E.; GONSALES, F. F.; MELVILLE, P. A.; BENITES, N. R. Análise microbiológica e perfil de sensibilidade do Staphylococcus spp. em mastite subclínica de caprinos leiteiros. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, 2016, 68, 336-344.

SILVA, J. G.; ALVES, B. H. L. S.; KUNG, E. S.; NASCIMENTO, R. B.; FERNANDES, M. S. T. F.; BEZERRA, M. J. G.; SÁ, S. G.; RIBEIRO, M. N.; MOTA, R. A. Etiologia das Mastites em Cabras e Ovelhas de Raças Naturalizadas Criadas no Semiárido Nordestino. Medicina Veterinária, 2013, 7, 26-31.

Downloads

Publicado

31/12/2018