A re-atualização e ressignificação dos discursos na produção cinematográfica Peter Pan (1953): uma análise discursiva sobre o comunicado apresentado pela plataforma de streaming Disney Plus, no Brasil

Autores

  • Neosane Schlemmer Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.28998/revistaleitura.v1i73.13165

Resumo

Neste estudo, dedicamo-nos a compreender o discurso contemporâneo emitido antes da reprodução do filme Peter Pan (1953), que passou a ser exibido pela plataforma de streaming Disney Plus, visando alertar aos telespectadores em relação às representações de pessoas e culturas no filme infantil. Para tanto, objetivamos compreender como este discurso possibilita ou não uma re-atualização, promovendo uma reflexão sobre representações negativas e estereotipadas dos sujeitos. Em função disso, o corpus desta pesquisa é constituído pelo comunicado emitido antes da exibição do filme. Para estabelecer um gesto de interpretação, acercamo-nos do aparato teórico-metodológico da Análise do Discurso, de matriz francesa, buscando analisar noções como: ideologia, formação discursiva (FD) e condições de produção. Diante disso, observamos que os efeitos de sentido veiculados pelo comunicado re-atualizam e ressignificam os dizeres incorretos e estereotipados que podem alterar a visão dos papeis sociais e culturais do sujeito. Igualmente, compreendemos que, ao veicular essa mensagem, a Disney Plus reflete sua inscrição na FD antidiscriminatória, assumindo a posição-sujeito porta-voz. Esse deslocamento irrompe na forma de um acontecimento discursivo, que re-atualiza o efeito das histórias presentes em filmes infantis, trazendo ressonâncias ao deslizar para um discurso-outro, que ressignifica os efeitos de sentido ao refletir acerca dos já-ditos.

Downloads

Publicado

30/08/2022

Como Citar

SCHLEMMER, N. A re-atualização e ressignificação dos discursos na produção cinematográfica Peter Pan (1953): uma análise discursiva sobre o comunicado apresentado pela plataforma de streaming Disney Plus, no Brasil. Leitura, [S. l.], v. 1, n. 73, p. 42–54, 2022. DOI: 10.28998/revistaleitura.v1i73.13165. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/revistaleitura/article/view/13165. Acesso em: 2 dez. 2022.

Edição

Seção

Estudos Linguísticos