Cachoeira do Buracão/BR: avaliação da trilha conforme NBR 15505

Autores

  • Mariane Reis Vila Verde Universidade Salvador – UNIFACS
  • Leonardo Silvério Gonçalves de Santana Universidade Salvador – UNIFACS
  • Renato Barbosa Reis Universidade Salvador – UNIFACS
  • Carolina de Andrade Spinola Universidade Salvador – UNIFACS

Palavras-chave:

NBR 15505, Cachoeira do Buracão, Parque Natural Municipal do Espalhado

Resumo

As atividades que envolvem o turismo de natureza ganham cada vez mais destaque nos roteiros de viagem, porém, apresentam características distintas e riscos inerentes, tanto para o visitante quanto para o meio natural. A trilha da cachoeira do Buracão é o principal encanto do Parque Natural Municipal do Espalhado, localizado em Ibicoaca-Bahia/BR, atraindo visitantes em todas as épocas do ano. A Cachoeira do Buracão é verificada como o principal e significativo atrativo do parque, uma vez que seja responsável por mudanças socioeconômicas no município, desde a sua descoberta, atraindo grande quantidade de turistas ao longo do ano. O objetivo deste artigo é apresentar as diretrizes da ABNT NBR 15505, descrever os riscos do percurso da trilha e as conformidades da atividade turística com a norma em questão. Utilizou-se da pesquisa documental, sobre normativos que regem o turismo com atividade de caminhada, entrevistas semiestruturadas com alguns envolvidos na atividade, Subsecretária de Meio Ambiente e Turismo do município e guias locais, e a pesquisa de campo, através da observação e coleta de informações pertinentes ocorridas durante o percurso guiado da trilha. Concluindo-se que, a conformidade e aprimoramento das práticas, garantem um percurso mais inclusivo e seguro para todos os guias e visitantes da trilha.

Biografia do Autor

Mariane Reis Vila Verde, Universidade Salvador – UNIFACS

Arquiteta e Urbanista pela Universidade Salvador – UNIFACS. Mestre em Desenvolvimento Regional e Urbano pela Universidade Salvador – UNIFACS. Doutoranda em Desenvolvimento Regional e Urbano pela Universidade Salvador – UNIFACS, Bolsista FAPESB.

Leonardo Silvério Gonçalves de Santana, Universidade Salvador – UNIFACS

Comunicólogo habilitado em Publicidade e Propaganda, pela Faculdade de Tecnologia e Ciências. Mestrando em Desenvolvimento Regional e Urbano (PPDRU) pela Universidade Salvador – UNIFACS. Discente no PPDRU – Bolsista CNPq Brasil.

Renato Barbosa Reis, Universidade Salvador – UNIFACS

Doutor em Biotecnologia, Saúde e Medicina Investigativa - Fundação Oswaldo Cruz, Brasil. Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Urbano. Universidade Salvador, UNIFACS, Brasil. Membro do Grupo de Pesquisas em Turismo e Meio Ambiente – GPTURIS

Carolina de Andrade Spinola, Universidade Salvador – UNIFACS

Doutora em Geografia. Professora Titular e Coordenador do Programa dePós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Urbano (PPDRU) da UNIFACS, Salvador, Brasil. Líder do Grupo de Pesquisa emTurismo e Pesquisador do Grupo de Estudos Regionais e Urbanos (GERURB / CNPq)

Downloads

Publicado

2020-11-05

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.