Metodologia de pesquisas na internet: breves considerações sobre uma pesquisa qualitativa em turismo nas redes sociais

Autores

  • Fernanda Meneses de Miranda Castro instituto federal baiano
  • Carolina de Andrade Spinola Universidade Salvador - UNIFACS

Palavras-chave:

redes sociais, promoção digital do destino, metodologia de pesquisa na Internet, Salvador-Bahia

Resumo

Este artigo teve por objetivo apresentar o percurso metodológico de uma pesquisa que pretendeu analisar a contribuição das redes sociais que são utilizadas pelos órgãos responsáveis pela promoção do turismo de Salvador para a construção de uma imagem competitiva do destino. Com o surgimento da comunicação virtual surgiram novas propostas de pesquisa que tentassem desvendar esse ambiente e ainda não existe um método que seja considerado mais adequado para o alcance dos objetivos, cabendo ao pesquisador a tarefa de selecionar métodos e técnicas que mais se ajustem à proposta de pesquisa. Neste trabalho optou-se pela utilização do método sociológico e pelas técnicas de análise das redes sociais, iconologia e análise de conteúdo. Apresentou-se também breves resultados da pesquisa empírica, realizada entre agosto de 2013 a agosto de 2014, onde acompanhou-se as publicações referentes ao destino Salvador da página da rede social Facebook da Bahiatursa e da Salvador-Bahia. Os resultados indicaram que apesar de Salvador ser o destino âncora da Bahia, a promoção digital ainda não alcançou resultados expressivos. Indicaram também que os métodos e técnicas escolhidos atenderam ao objetivo proposto e que pesquisas científicas na Internet requerem do pesquisador uma análise contextual pormenorizada. A depender do objeto e objetivos de estudo, a escolha e o percurso metodológico são diferenciados, não havendo uma indicação conceitual priorizada. 

Biografia do Autor

Fernanda Meneses de Miranda Castro, instituto federal baiano

Graduação em Turismo pela Faculdade de Turismo da Bahia (2000), graduação em Administração de Empresas pela Universidade Católica do Salvador (2001), especialização em educação pela Fundação Visconde de Cairú, é mestre em Cultura e Turismo pela Universidade Estadual de Santa Cruz e aluna de doutorado em Desenvolvimento Urbano e Regional pela UNIFACS. Tem experiência na área de Turismo e Administração, com ênfase em Planejamento, Políticas Públicas e Gestão, atuando principalmente nos seguintes temas: planejamento, políticas e gestão do turismo, qualidade, gestão e desenvolvimento de pessoas, gestão e desenvolvimento de empresas. Atualmente é professora efetiva do Instituto Federal Baiano.

Carolina de Andrade Spinola, Universidade Salvador - UNIFACS

Graduada em Administração de Empresas pela Universidade Católica do Salvador (1992), mestrado em Administração pela Universidade Federal da Bahia (1996) e Doutorado em Geografia pela Universidade de Barcelona (2005). Atualmente é Pró-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Universidade Salvador (UNIFACS) e professora do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Urbano da Universidade Salvador. Tem experiência nas áreas de Administração e Turismo, com ênfase em Desenvolvimento Regional, atuando principalmente nos seguintes temas: empreendedorismo, desenvolvimento local, ecoturismo, planejamento turístico e competitividade. 

Downloads

Publicado

01/08/2015

Edição

Seção

Artigos