A Competitividade de Destinos Turísticos: O Caso de Balneário Camboriú - Santa Catarina- Brasil

Autores

Palavras-chave:

Turismo, Competitividade de Destinos Turísticos, Balneário Camboriú/SC

Resumo

A competitividade de destinos turísticos tornou-se uma temática debatida intensamente na mídia e no meio acadêmico. O conceito de competitividade é complexo e multidimensional, proporcionando a análise de aspectos relevantes para o destino turístico. Este trabalho tem como finalidade analisar o processo evolutivo de um destino turístico com base na teoria da competitividade. A metodologia utilizada é qualitativa, tratando-se de um estudo de caso do Balneário Camboriú/SC. Com base na análise realizada é possível afirmar que a evolução competitiva na linha do tempo de desenvolvimento do destino turístico Balneário Camboriú seguiu parcialmente em compasso com a evolução das teorias da competitividade turística. A primeira e a segunda fase evolutiva da perspectiva da competitividade são visíveis no destino. No entanto, a última fase que incluiu a sustentabilidade ambiental ainda não demonstra indicadores que a evidencie plenamente.

Biografia do Autor

Edilaine Weber Mannrich, UNIVALI - Universidade do Vale do Itajaí

Estudante de Graduação em Turismo e Hotelaria pela Universidade do Vale do Itajaí – Univali;

Thays Cristina Domareski Ruiz, UNIVALI - Universidade do Vale do Itajaí

Doutora em Geografia pela Universidade Federal do Paraná; Mestre em Turismo e Hotelaria pela Universidade do Vale do Itajaí; Bacharel em Turismo pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná;

Francisco Antonio dos Anjos, UNIVALI - Universidade do Vale do Itajaí

Professor do Mestrado e Doutorado Curso de Turismo e Hotelaria da Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI; Doutor em Engenharia de Produção e Gestão Ambiental pela Universidade Federal de Santa Catarina;Pesquisador Produtividade em Turismo/CNPq;

 

Downloads

Publicado

21/09/2017

Edição

Seção

Artigos