A CONSERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO CULTURAL E OS PROFISSIONAIS DO TURISMO: UMA RELAÇÃO POSSÍVEL

Autores

  • Silvana do Rocio de Souza Universidade Federal do Paraná
  • Miguel Bahl Universidade Federal do Paraná

Palavras-chave:

Conservação do patrimônio. Espaço. Profissionais do turismo.

Resumo

Esta produção textual tem como objetivo refletir sobre a necessidade de conservar os bens históricos e culturais, a partir das responsabilidades dos profissionais do turismo em conservar estes bens. O método da pesquisa valeu-se dos ensinamentos da dialética enquanto método e metodologias decorrentes. Apresenta as categorias de análise: política, ideologia, cidadania, espaço, conservação e turismo, envolvendo a noção de patrimônio histórico e cultural inserido no amplo projeto de construção de uma identidade nacional, consolidando a cidadania e a noção de pertencimento. Traz uma reflexão sobre as políticas de conservação do patrimônio histórico e cultural assim como sobre a prática do profissional do turismo. Discute a relação entre os profissionais do turismo e o espaço concebendo os processos humanos como fruto de suas experiências no espaço, no tempo e nas relações de uns com os outros. Os resultados desta investigação apontam para a necessidade da formação de profissionais preocupados com a conservação dos bens históricos e culturais a partir do princípio de que quando o homem conhece sua história, preserva-a e transmite-a através da memória para as gerações futuras, afirmando-se conhecedor de seus direitos e deveres cidadãos.

Biografia do Autor

Silvana do Rocio de Souza, Universidade Federal do Paraná

Professora Mestre do Departamento de Turismo da Universidade Federal do Paraná, aluna do  Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFPR

Downloads

Publicado

11/12/2011

Edição

Seção

Artigos