O evento carnaval como motor da economia criativa: um estudo na Capital Mineira entre 2015 e 2017

Autores

Palavras-chave:

Economia Criativa, Carnaval, Belo Horizonte

Resumo

O carnaval é uma festa popular brasileira que atrai milhares de turistas todos os anos. Diante da tentativa do poder público municipal e atores envolvidos em restaurar a cultura do carnaval de Belo Horizonte e transformá-lo em um evento turístico, além do fomento à economia criativa na capital, este trabalho visou investigar a influência da indústria do carnaval na economia de Belo Horizonte, tendo por objetivos específicos identificar a evolução da receita do evento no período de 2015 a 2017 e analisar seu efeito sobre a economia criativa da capital mineira. Para tanto, foi estabelecida a seguinte questão: Qual a influência do carnaval, como economia criativa, na economia de Belo Horizonte? Este artigo apresenta uma pesquisa bibliográfica, de natureza qualitativa e caráter descritivo. Os dados foram levantados a partir da pesquisa em sítios eletrônicos de órgãos relacionados com a economia criativa. Estudos mostram que a indústria criativa é vista como um fator potencial para o desenvolvimento sócio-econômico local e regional no mundo, sendo um gerador de empregos e de riquezas, contribuindo consideravelmente na expansão de vários países. No Brasil, o carnaval, como uma atração cultural e turística, se apresenta como evento forte e responsável pela elevação do PIB cultural e criativo de muitos estados e municípios. Em 2016, o carnaval de Belo Horizonte gerou uma receita em torno de R$54,7 milhões de reais. Já em 2017, a receita chegou a R$348 milhões, um valor mais de seis vezes maior que o ano anterior, o que leva a inferir que o evento gera um impacto positivo e significativo na economia local. Porém, será que essa economia gerada realmente atinge a todos os atores envolvidos nesse movimento da economia criativa ou fica concentrada no poder público? Qual a valorização oferecida aos atores que promovem a arte e a cultura carnavalesca?

Biografia do Autor

Regina Luiza Saldanha, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestra em Administração pela Universidade FUMEC - Belo Horizonte/MG.

Especialista em Logística e Sistemas de Transportes pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Técnica Administrativa em Educação na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Carlos Alberto Gonçalves, Universidade Federal de Minas Gerais Universidade FUMEC

Doutor em Administração pela Universidade de São Paulo (USP)- SP/Brasil

Professor Titular da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Professor do Programa de Doutorado e Mestrado em Administração da Universidade FUMEC

Downloads

Publicado

16/12/2019

Edição

Seção

Artigos