O LUGAR E O NÃO-LUGAR A PARTIR DA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO: UM ESTUDO DE CASO DOS CONSUMIDORES NO SHOPPING CENTER DA CIDADE DE IMPERATRIZ-MA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/contegeo.5i10.10392

Palavras-chave:

Percepção, Não lugar, Consumidores, Shopping Center, Imperatriz-MA

Resumo

A narrativa metodológica deste artigo teve como fonte de inspiração o trabalho de dissertação da pesquisadora Francieli Montanari Gasparin de 2011 que analisou a percepção dos consumidores em um Shopping Center. A partir desse referencial teórico, entre outros, construído uma metodologia similar para compreender esse uso em um não lugar geográfico que, para esse estudo, é o principal shopping center, da cidade de Imperatriz localizada no Maranhão. Como procedimento metodológico foi utilizado questionário qualitativo que tinham como base perguntas técnicas da fenomenologia para compreender a percepção dos consumidores e suas condições mais da socio economia. O resultado final do debate prático é associado ao referencial teórico sobre os conceitos da geografia humanista de lugar e não-lugar e como se faz a interpretação desses conceitos a partir da lógica da percepção em uma ambiente construído artificializado notadamente definido como não-lugar, pois está associado a realidade do consumo, da globalização e do capital.

Biografia do Autor

José Geraldo Pimentel Neto, Universidade Federal de Pernambuco, Brasil

Bacharel, licenciado, mestre em Geografia e doutorado em Desenvolvimento Urbano (com doutoramento sanduíche na Universidade de Buenos Aires (UBA) - Argentina), todos os títulos obtidos na UFPE. Trabalhou no Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP). Atualmente é pesquisador do grupo de pesquisa Observatório Pernambuco de Políticas Públicas e Práticas Sócio-Ambientais da UFPE, desenvolvendo pós-doutoramento (PNPD - CAPES) na área de Ciências Sociais Aplicadas. Suas principais áreas de atuação são: Ciências Humanas - Geografia Humana: geografia urbana, geografia econômica, geografia da população. Geografia Regional: análise regional, planejamento territorial, regionalização, teoria do desenvolvimento regional. Ciências Sociais Aplicadas - Planejamento urbano e regional: Fundamentos, métodos e técnicas do planejamento urbano regional.

Referências

CASTELLS, Manuel. A Sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

DEBORD, Guy. A Sociedade do Espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto. 2003

GASPARIN, Francieli Montanari. A configuração da imagem de um shopping center na percepção de consumidores locais. 2011, 115f. (Dissertação de mestrado). Universidade de Caxias do Sul, Programa de Pós-Graduação em Administração – PPGA, 2011.

HARVEY, David. A condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Loyola, 1989 (3. ed.).

_________. Espaços de Esperança. São Paulo: Loyola, 2004.

_________. A produção capitalista do espaço. São Paulo: Annablume, 2005

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Cidades. Rio de Janeiro: IBGE, 2020.

_______. Censo 2010. Rio de Janeiro: IBGE, 2010.

LEITE, Adriana. Lugar: duas acepções geográficas. In: Anuário do Instituto de Geociências. Rio de janeiro: UFRJ, 1998.

MASSEY, Doreen. Um sentido global do lugar. In: ARANTES, Antônio (Org.). O espaço da diferença. Campinas: Papirus, 2000. p. 176-185.

MILAN, Gabriel Sperandio; GASPARIN, Francieli Montanari; TONI, Deonir De. A configuração da imagem de um shopping center na percepção de consumidores locais. REAd. Rev. eletrôn. adm. (Porto Alegre), Porto Alegre, v. 19, n. 1, p. 83-114, Apr. 2013.

PIMENTEL NETO, José Geraldo. Pólo Médico do Recife e a globalização: a singularidade da localidade e os efeitos da pós-modernidade. v. 23, n. 2 Revista de Geografia (Recife), 2006

SANTOS, Milton. A natureza do espaço – Técnica e tempo. Razão e emoção. São Paulo: Hucitec, 2000.

_________. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. São Paulo: Record, 2000.

SUERTEGARAY, D. M. A. Espaço geográfico uno e múltiplo. Rev. Scripta Nova. Vol. V, Universidad de Barcelona, 2001.

TUAN, Yi-Fu. Espaço e Lugar: a Perspectiva da Experiência. São Paulo, DIFEL, 1983. 250 p

_________. Topofilia - um estudo da percepção. EDUEL - Editora da Universidade Estadual de Londrina, 2012.

Downloads

Publicado

27/12/2020

Como Citar

Pimentel Neto, J. G., Lima, I. V., & Silveira, K. C. da. (2020). O LUGAR E O NÃO-LUGAR A PARTIR DA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO: UM ESTUDO DE CASO DOS CONSUMIDORES NO SHOPPING CENTER DA CIDADE DE IMPERATRIZ-MA. Revista Contexto Geográfico, 5(10), 23–37. https://doi.org/10.28998/contegeo.5i10.10392

Edição

Seção

Artigos