CIDADE SITIADA: MEDO, VIOLÊNCIA E INSEGURANÇA NAS ESCOLAS PÚBLICAS ESTADUAIS DE MANAUS

Autores

  • Ronaldo Souza Magalhães Universidade Federal do Amazonas
  • Nelcioney José de Souza Araújo Universidade Federal do Amazonas

DOI:

https://doi.org/10.28998/contegeo.v5i10.10431

Palavras-chave:

Insegurança, Educação, Violência

Resumo

A criminalidade cresce e sem dúvida é um grande problema social que historicamente atinge todos os segmentos da sociedade, manifestando-se de diversas formas, gerando impactos e consequências sociais. É sabido que locais onde existem grandes concentrações e movimentações de pessoas estão vulneráveis a ações criminosas capazes de comprometer a segurança do local. As escolas, por apresentarem essas características, estão, certamente, expostas a esses riscos e perigos. O reflexo da violência no meio escolar representa uma ameaça aos pilares fundamentais na formação das crianças e dos jovens, qual seja o sistema escolar. Os traumas deixados por quem já sofreu qualquer tipo de violência seja ela física, sexual, moral ou psíquica afetam não só a vida do cidadão, mas também de toda uma coletividade. Nessa perspectiva, a presente proposta tem como objetivo identificar e mapear as escolas públicas estaduais que foram alvos de roubos na cidade de Manaus nos anos de 2016 a 2018. Coletar dados através de questionários e entrevistas aplicados aos profissionais da educação e da segurança pública para identificar os impactos na prática docente e quais as medidas têm sido tomadas para conter essas ações criminosas.

Biografia do Autor

Ronaldo Souza Magalhães, Universidade Federal do Amazonas

Mestrando em Geografia  

Nelcioney José de Souza Araújo, Universidade Federal do Amazonas

Doutor em Geografia

Referências

AMAZONAS, Plano Estadual de Educação no Amazonas (PEEAM), Lei nº 4.183 de 26 de junho de 2015. Disponível em: <http://sapl.al.am.leg.br/sapl/normajuridica/2015/>

Acesso em: 07 de maio de 2019

BRASIL. Código Penal. Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940. Vade mecum. São Paulo: Saraiva, 2008.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado, 1988.

CÂMARA, G.; DAVIS, C.; MONTEIRO, A. M.V. Introdução à Ciência da Geoinformação. 2005. Disponível em: http://www.dpi.inpe.br/livros.html. Acesso em: julho de 2019.

DURKHEIM, Émile. As regras do método Sociológico. São Paulo: Martin Claret, 2005.

FBSP – Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2017. São Paulo: FBSP, 2017. Disponível em: <http://www.forumseguranca.org.br>. Acesso em: 21 abr.2018.

GLAESER, E. L.; SACERDOTE, B.; SCHEINKMAN, J. A. Crime and Social Interactions. Quarterly Journal of Economics, p. 507-548, 1996.

GURGEL, C. R.; MATOS, F. A. S. A violência contra professores: saberes e práticas. Campina Grande: Realize Editora, 2012.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. Censo da população das capitais brasileira, 2010. Disponível em: <http://www.ibge.gov.bv> Acesso em: 12 de fevereiro de 2019.

MINAYO, Maria C. de S. O desafio da pesquisa social. In: Minayo, M. C. S; DESLANDES, S. F; GOMES, R. (orgs). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade, 28 ed., Petrópolis, RJ: Vozes, 2009

OMS. Organização Mundial da Saúde. Relatório mundial de violência e saúde. Genebra: OMS, 2002.

RODRIGUES, M. Geoprocessamento: um retrato atual. Revista Fator GIS. Sagres Cartografia e Editora, Curitiba, PR, 1993, Ano1, nº2, pág. 20-23.

RUA, Maria das Graças (1998). As políticas públicas e a juventude dos anos 90. In: M. G. Rua, Jovens acontecendo na trilha das políticas públicas. 2v. Brasília: CNPD, pp. 731-752.

SPÓSITO, M. P. A instituição escolar e a violência. Cadernos de Pesquisa: Revista de estudos e Pesquisa em Educação, São Paulo, n. 104, 1998.

TAVARES, L. Arquitetura da (in)segurança: estudando relações entre configuração espacial, artifícios de segurança e violência urbana no bairro Manaíra, João Pessoa, Paraíba. Dissertação de Mestrado, UFRGN, Natal, RN, 192 págs. 2012.

TEIXEIRA, M. C. S.; PORTO, M. do R. S. Violência, insegurança e imaginário do medo.

Cad. Cedes, Campinas, v. 19, n. 47, p. 51-66, dez. 1998.

WILSON, Ron; SMITH, Kurt. What is applied Geography for the study of crime and

public safety? A Quarterly Bulletin of Applied Geography for the Study of crime &

Public Safety, Whashington, D.C., Office of Community Oriented Policing Services,

v.1, Ed. 1, mar. 2008. Disponível em: . Acesso em: 14 julho de 2019.

Downloads

Publicado

27/12/2020

Como Citar

Magalhães, R. S., & de Souza Araújo, N. J. (2020). CIDADE SITIADA: MEDO, VIOLÊNCIA E INSEGURANÇA NAS ESCOLAS PÚBLICAS ESTADUAIS DE MANAUS. Revista Contexto Geográfico, 5(10), 38–55. https://doi.org/10.28998/contegeo.v5i10.10431

Edição

Seção

Artigos