A GÊNESE DA FRONTEIRA OCIDENTAL DA AMAZÔNIA: AS CIDADES GÊMEAS TABATINGA (BRASIL) E LETICIA (COLÔMBIA)

Autores

  • Emerson Flávio Euzébio

DOI:

https://doi.org/10.28998/contegeo.5i10.10907

Palavras-chave:

Amazônia, fronteira, cidades gêmeas, Tabatinga e Leticia

Resumo

As fronteiras têm sido estudadas a partir de diferentes abordagens, uma interpretação possível é sua análise a partir das formações socioespaciais dos países limítrofes considerando o espaço uma construção social sujeito a mudanças em cada contexto histórico. O objetivo da pesquisa foi compreender historicamente o processo de ocupação do subespaço atualmente compreendido pelas cidades gêmeas Tabatinga (Brasil) e Leticia (Colômbia) segundo suas respectivas formações socioespaciais; para isto foi elaborada uma periodização. O estudo permitiu verificar que a configuração socioespacial das cidades gêmeas foi condicionada pelo modelo de colonização, pelas modernizações impostas e, sobretudo, por questões geopolíticas clássicas e contemporâneas. Esses fatores atuaram de forma diferenciada em cada um dos quatro períodos delimitados.

Biografia do Autor

Emerson Flávio Euzébio

Graduado em Geografia pela Universidade Federal da Bahia (2005), Especialista em Educação Ambiental pela Universidade do Estado do Amazonas (2008) e Mestre em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo (2012).

Referências

ANDRADE, Manuel C. Geopolítica do Brasil. 3.ed. Campinas: Papirus, 2007 [2001].

BECKER, Bertha K. Amazônia. 3.ed. Rio de Janeiro: Ática, 1994 [1990].

BECKER, Bertha K. Amazônia: geopolítica na virada do III milênio. 3.ed. Rio de Janeiro: Garamond, 2009 [2004].

BECKER, Bertha K. e EGLER, Claudio A. G. Brasil: uma nova potência regional na economia-mundo. 2. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1994 [1992].

BRASIL. Ministério da Defesa. Diretrizes Estratégicas para o Programa Calha Norte. Portaria Normativa nº 1.185, de 13/09/2007, 2007.

BRASIL. Ministério da Integração Nacional. Programa de Promoção do Desenvolvimento da Faixa de Fronteira - PDFF. Brasília, 2008.

BRASIL. Presidência da República. Decreto nº 5.484, de 30 de junho de 2005. Política de Defesa Nacional, 2011. Disponível em: <https://defesa.gov.br> Acesso em: julho de 2011.

CATAIA, Márcio Antonio. Território nacional e fronteiras internas: a fragmentação do território brasileiro. Tese de Doutorado. Departamentos de Geografia, FFLCH, USP, 2001.

COLOMBIA. Ministerio de Defensa Nacional. Conflicto Amazónico 1932-1934. Bogotá: Villegas Editores, 1994.

COLOMBIA. Ministerio de Relaciones Exteriores. Arreglo de limites entre la Republica de Colombia y la Republica de Perú. Bogotá: Imprenta Nacional de Colombia, 1979.

COLOMBIA. Ministerio de Relaciones Exteriores. (1982) Arreglo de limites entre la Republica de Colombia y los Estados Unidos de Brasil. Bogotá: Imprenta Nacional de Colombia.

COLOMBIA. Ministerio de Relaciones Exteriores. Ley nº 160. Convenio de Cooperación Aduanera entre la República de Colombia y la Republica Peruana. Bogotá, 1938.

CORRÊA, Roberto Lobato. A organização urbana. In: Geografia do Brasil, Região Norte, Rio de Janeiro: IBGE, 1989. Vol. 3, 255-71.

COSTA, Wanderley M. da. O Estado e as políticas territoriais no Brasil. 6.ed. São Paulo: Contexto, 1997, [1988].

COUTO E SILVA, Golbery de. Conjuntura Política Nacional: o Poder Executivo & Geopolítica do Brasil. 3.ed. XX: Rio de Janeiro: Jose Olympio, 1981.

DOMÍNGUEZ, Camilo Augusto Gómez. La economía extractiva en la Amazonia colombiana: 1850-1930. Bogotá: Banco Popular, 1990.

DOMÍNGUEZ, Camilo Augusto Gómez. Amazonia colombiana: visión general. Bogotá: Banco Popular, 1985.

FARRET, Ricardo. Especificidades das áreas urbanas de fronteira. In: CASTELLO, I. R. et ali (Org.). Fronteiras na América Latina. Porto Alegre: Editora da UFRGS/FEE, 1997.

FURTADO, Celso. Formação econômica do Brasil. 11.ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1971, [1959].

GADELHA, Regina Maria. Conquista e ocupação da Amazônia: fronteira norte do Brasil. Revista Eletrônica do Instituto de Estudos Avançados, 2002. Vol.16, Nr.45. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ea/ v16n45/v16n45a05.pdf Acesso em: 21 de julho de 2011.

GÓMEZ, Gustavo M. Globalização e construção do território colombiano. In: Continente em chamas. SILVEIRA, M. Laura. (org.). Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, 2005. p. 243-281.

HUERTAS, Daniel Monteiro. Da fachada atlântica ao âmago da hiléia: integração nacional e fluidez territorial no processo de expansão da fronteira agrícola. Dissertação de Mestrado. Depto. de Geografia, FFLCH, USP, 2007.

MACHADO, Lia O. Mitos e realidades da Amazônia brasileira no contexto geopolítico internacional (1540-1912). Tese de Doutorado. DGH. Universidade de Barcelona, 1989.

MACHADO, Lia O. O comércio ilícito de drogas e a geografia da integração financeira: uma simbiose? In: CASTRO, I. E. et all. (org), Brasil. Questões atuais da reorganização do território, Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 1996. p. 15-64.

MACHADO, Lia O. Estado, territorialidades, redes. Cidades gêmeas na zona de fronteira sul-americana. In: SILVEIRA, M. L. (org.). Continente em chamas. Globalização e território na América Latina. C. Brasileira, Rio de Janeiro, 2005.

MENEZES, Maria L. P. Pequenas cidades em faixa de fronteira na Amazônia: o caso de Tabatinga e Benjamin Constant. In: OLIVEIRA, José Aldemir. (org.). Cidades Brasileiras: territorialidades, sustentabilidade e demandas sociais. Vol. 1. Manaus: EDUA, 2009.

MORAES, Antonio Carlos Robert. Bases da formação territorial do Brasil: o território colonial brasileiro no “longo” século XVI. São Paulo: Hucitec, 2000.

NOGUEIRA, Ricardo J. B. Território de Fronteira: Brasil/Colômbia. In: VIII Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais. Coimbra/Portugal, 2004. VIII CES.

NOGUEIRA, Ricardo J. B. Tabatinga: uma cidade na fronteira na Amazônia. In: CASTRO, Edna. (org.). Cidades na Floresta. São Paulo: Annablume, 2008.

OLIVEIRA, José Aldemir de. Trilhas e atalhos: as cidades amazônicas no final do século XX. In. ALVES, Claudia Lima Esteves. Formação do Espaço Amazônico e relações fronteiriças. Boa Vista: CCSG-UFRR, 1998.

OLIVEIRA, Tito Carlos Machado de. (org.). Território sem limites: estudos sobre fronteiras. Campo Grande: Ed. UFSM, 2005.

RAFFESTIN, Claude. Por uma geografia do poder. São Paulo: Ática. Paris, 1993, [1980].

REZENDE, Tadeu Valdir F. A conquista e a ocupação da Amazônia brasileira no período colonial: a definição das fronteiras. Tese de Doutorado. DHE, FFLCH, USP, 2006.

RIBEIRO, Nelson de Figueiredo. A questão geopolítica da Amazônia: da soberania difusa a soberania restrita. Belém: Editora Universitária da UFPA, 2006.

RODRIGUES, Lysias A. Geopolítica do Brasil. Rio de Janeiro: Biblioteca Militar, 1947.

SANTOS, Milton. Da Totalidade ao Lugar. São Paulo: EDUSP, 2008a, [1979].

SANTOS, Milton. O espaço dividido: os dois circuitos da economia urbana dos países subdesenvolvidos. 2.ed. São Paulo: EDUSP, 2008b, [1979].

STEIMAN, Rebeca. A geografia das cidades de fronteira: um estudo de caso de Tabatinga (Brasil) e Letícia (Colômbia). Dissertação de Mestrado. D. Geografia, UFRJ, 2002.

TRAVASSOS, Mário. Projeção continental do Brasil. 4.ed. Coleção Brasiliana. Série 5ª. Vol. 50. Biblioteca Pedagógica Brasileira. Rio de Janeiro: Cia Editora Nacional, 1947.

VARGAS, Gloria Maria. Território e poder: a formação socioespacial colombiana. Tese de Doutorado. Departamentos de Geografia, FFLCH, USP, 1999.

ZÁRATE, B. Carlos. Espacios urbanos transfronterizos en la historia de la Amazonia. In: ZÁRATE, B. Carlos et all (org.). Espacios urbanos y sociedades transfronterizas en la amazonia. Bogotá: Universidad Nacional de Colombia (Cátedra Jorge Eliecer Gaitán), 2012.

ACUÑA, J. Enrique. Leticia, la transformación urbana de una ciudad amazónica y fronteriza. In: ZÁRATE, B. Carlos et all (org.). Espacios urbanos y sociedades transfronterizas en la amazonia. Bogotá: Universidad Nacional de Colombia (Cátedra Jorge Eliecer Gaitán), 2012.

Downloads

Publicado

27/12/2020

Como Citar

Euzébio, E. F. (2020). A GÊNESE DA FRONTEIRA OCIDENTAL DA AMAZÔNIA: AS CIDADES GÊMEAS TABATINGA (BRASIL) E LETICIA (COLÔMBIA). Revista Contexto Geográfico, 5(10), 67–87. https://doi.org/10.28998/contegeo.5i10.10907

Edição

Seção

Artigos